Abarth 500e: o primeiro 'escorpião' elétrico

O primeiro Abarth da era elétrica promete 'um desempenho melhor do que um Abarth 695 em capacidade de resposta'

0 aos 100 22/11/2022 Noticias

A Abarth desvendou aquele que é o seu primeiro modelo elétrico, o Abarth 500e, que chegará algures em meados do próximo ano com a promessa de “um desempenho melhor do que um Abarth 695 em capacidade de resposta”.

Está equipado com uma bateria de 42 kWh que alimenta um motor de 154 cv e um binário máximo de 235 Nm. Os números são suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em 7 segundos, quase tão rápido quanto a versão a gasolina mais potente da marca do escorpião.

"Hoje estamos a celebrar um marco na história da Abarth. Apresentamos o primeiro Abarth elétrico na Europa, baseado no Novo 500e, um dos lançamentos mais emocionantes da história da marca: um grande novo acréscimo à gama Abarth. Gosto de pensar nele como uma família, pelo que a nossa base de fãs estará envolvida em cada passo da nossa jornada de eletrificação", disse o CEO da Diretor Global de Marketing da Fiat e Stellantis, Olivier François.

François continuou: "Podem perguntar 'porquê elétrico?' Bem, basicamente, a performance levou-nos a fazê-lo: de facto, cada alteração feita no Abarth tem a ver com a obtenção da melhor performance de condução. Foi exatamente assim que o nosso fundador, Carlo Abarth, sempre o fez. Portanto, desse ponto de vista, digamos que nada mudou: melhor aceleração, melhor comportamento e mais diversão.”

Estão disponíveis três modos de condução exclusivos que se concentram na performance - Turismo, Scorpion Street e Scorpion Track. O modo Turismo permite uma aceleração mais suave e uma potência mais baixa (potência máxima de 100 kW em vez de 113 kW, binário de 220 Nm em vez de 235 Nm) para uma experiência de condução eficiente.

Veja ainda:

O modo Scorpion Street oferece um desempenho de topo, maximiza, ao mesmo tempo, a travagem regenerativa, ao passo que, nos modos Turismo ou Scorpion Street, permite a condução com recurso a um pedal apenas. Por fim, o modo Scorpion Track foi concebido para aqueles que procuram a máxima performance.

Tem uma velocidade máxima limitada a 155 km/h, uma autonomia de 250 km (no ciclo WLTP) e um consumo médio anunciado de 18 kWh. É capaz de carregar cerca de 50 quilómetros em menos de cinco minutos ou passar de 0 a 80% da capacidade da bateria em apenas 35 minutos.

Scorpionissima limitada

A estreia do Abarth 500e é acompanhada por uma edição especial Scorpionissima, limitada a 1.949 exemplares para celebrar o ano da fundação do construtor. É proposto nas cores Poison Blue ou Acid Green.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas