Mercedes-Benz abandonará submarca elétrica EQ em 2024

Submarca Mercedes EQ de veículos elétricos tem os dias contados

0 aos 100 12/01/2023 Noticias

A Mercedes-Benz vai deixar de utilizar a submarca EQ nos seus elétricos de nova geração.

Segundo uma reportagem publicada pela imprensa alemã, que cita fontes internas do construtor, a mudança acontecerá em 2024, provavelmente com o lançamento de um modelo compacto equivalente ao CLA.

Com a eliminação gradual dos modelos de combustão a partir de 2030, a utilização de uma nomenclatura específica deixará de fazer sentido. Por isso, o mais certo é que a referida berlina venha a chamar-se simplesmente CLA, embora alguns rumores indiquem que poderá vir a encaixar-se na gama Classe C.

Como o Classe C térmico continuará à venda até 2028, ambos coexistirão por quatro anos. É possível que outros pesos pesados como o Classe S também não sejam renovados, pelo que a próxima geração do EQS (ou mesmo o restyling do atual) poderá adotar o nome de Classe S.

eja ainda:

Atualmente, a Mercedes-Benz conta com nove carros elétricos pertencentes à família EQ: EQA, EQB, EQC, EQE, EQE SUV, EQS, EQS SUV, EQT e EQV. Inicialmente, a versão elétrica do Classe G, prevista para 2024, vai chamar-se EQG. Contudo, é possível que os planos tenham mudado e o nome já não venha a ser utilizado.

O novo "CLA" elétrico, de resto, deverá utilizar a plataforma modular MMA, que terá sistema de carregamento 800 volts, permitindo oferecer tempos de carregamento muito rápidos.

A bateria de 100 kWh, combinado com uma aerodinâmica “trabalhada”, deverá garantir-lhe uma autonomia de entre os 650 e os 850 km, dependendo da versão escolhida.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Pub
Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas