Este é o Mercedes-AMG GT Coupé de 4 portas

As vendas do primeiro AMG GT de 4 portas terão início no verão de 2018.

0 aos 100 06/03/2018 Noticias

Foram muitos os teasers, imagens desfocadas e recantos de carros que vimos nas últimas semanas. Foi um dos segredos mais bem guardados, o AMG GT de quatro portas foi finalmente desvendado, no arranque de mais uma edição do Salão de Genebra. Chega depois do verão para concorrer com o Porsche Panamera.

A primeira berlina desenvolvida exclusivamente pela Mercedes-AMG estará disponível com dois motores V8 4.0 litros; o primeiro com 585 CV800 Nm de binário capazes de o levar aos 315 Km/h e fazer os 0-100 Km/h em 3,4 segundos; o segundo, uma opção denominada biturbo que desenvolve 639 CV de potência e um binário máximo de 900 Nm (versão AMG GT 63 S 4MATIC+), o que se traduz numa velocidade máxima de 315 km/h e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 3,2 segundos.

Em conjunto com estes motores surge a transmissão AMG SPEEDSHIFT MCT 9G, uma caixa de velocidades de dupla embraiagem afinada em especial para este modelo que inclui uma função race start para otimizar a aceleração.

Na base da gama estará uma opção de 6 cilindros en linha do AMG GT 53 4MATIC+, com 3.0 litros e uma potência de 435cv que lhe permite alcançar os 285 km/h de velocidade máxima e os 100 Km/h em apenas 4,5 segundos graças ao sistema elétrico de 48V EQ Boost, que acrescenta, temporariamente, 21cv e 250 Nm.

Um dos destaques do Mercedes-AMG GT 4 Portas está na introdução da aerodinâmica ativa, de um eixo traseiro direcional e controlo de estabilidade específicos. Todos eles trabalham em conjunto com o sistema de tração 4MATIC+ e foram pensados para potenciar ao máximo o lado dinâmico deste coupé de quatro portas.

O sistema 4MATIC+, com controlo eletromecânico da embraiagem, conta com um Modo Drift, de origem no AMG 63S e opcional nos restantes, que pode ser ativado com o programa de condução Race e significa tanto a desativação do ESP como a utilização manual da transmissão através das patilhas no volante.

Falando dos programas de condução do Mercedes-AMG GT 4 Portas, eles são o Slippery, o Comfort, o Sport, o Sport+ e o Race, além do individual. Já a agilidade do desportivo varia entre os modos Basic, Advanced, Master e Pro. Eles vão alterar “parâmetros relevantes” como resposta do motor, suspensão, tração e controlo de estabilidade. O Master com o programa Race foi pensado para extrair o máximo potencial desta máquina em circuito ao garantir resposta mais rápida dos pedais, transmissão, eixo traseiro direcional e diferencial autoblocante no eixo traseiro.

As vendas do primeiro AMG GT de 4 portas terão início no verão de 2018.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!