'Aurora'. Portugal terá fábrica de conversão de lítio

Galp e Northvolt criam joint-venture para investir 700 milhões numa refinaria de lítio em Portugal

0 aos 100 15/12/2021 Noticias

A portuguesa Galp e a sueca Northvolt (empresa especializada na produção de baterias de lítio destinadas ao mundo automóvel) chegaram a acordo para a criação da “Aurora”, a maior e mais sustentável fábrica de conversão de lítio, na Europa, que será construída em Portugal.

O projeto desenvolverá uma unidade com uma capacidade de produção anual inicial de até 35.000 toneladas de hidróxido de lítio para baterias – um material crítico na indústria de fabrico de baterias de ião lítio, que se espera que cresça mais de dez vezes até ao final da década.

Atualmente, os parceiros da joint venture estão a realizar estudos técnicos e económicos e a analisar várias localizações possíveis para a unidade, que deverá começar a funcionar em 2025 com o objetivo de que as operações comerciais tenham início em 2026.

A instalação poderá representar um investimento estimado de cerca de 700 milhões de euros e criar 1.500 empregos diretos e indiretos.

A unidade será capaz de produzir hidróxido de lítio suficiente para a produção de 50 GWh de baterias por ano (o suficiente para 700.000 Veículos Elétricos).

Veja ainda:

A Galp e a Northvolt estão também comprometidas com a aplicação dos mais elevados padrões de sustentabilidade, nomeadamente na extração e concentração de espodumena, no processamento de hidróxido de lítio, bem como em todos os processos relacionados.

Os parceiros estão confiantes de que a Península Ibérica possui recursos que podem ser extraídos com uma baixa pegada de emissão de gases de efeito de estufa, utilizando os mais elevados padrões de proteção do ambiente e dos direitos humanos, em conformidade com as melhores práticas da indústria e políticas ambientais, assegurando assim um valor sustentável a longo prazo para todas as partes interessadas.

Paolo Cerruti, Co-Fundador e COO de Northvolt, diz que este projeto "representa um grande investimento nesta área, e posicionará a Europa não só com um caminho para o fornecimento doméstico de materiais-chave necessários no fabrico de baterias, mas também com a oportunidade de estabelecer um novo padrão de sustentabilidade no aprovisionamento de matérias-primas. Esta iniciativa vem complementar uma estratégia global de sourcing baseada em elevados padrões de sustentabilidade, fontes diversificadas e exposição reduzida a riscos geopolíticos".

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas
Pub