Schumacher não está acamado, nem ligado a uma máquina

Antigo piloto de Fórmula 1 sofreu um acidente enquanto esquiava, há cinco anos

0 aos 100 17/12/2018 Desporto

O estado de saúde de Michael Schumacher continua envolto em muitas dúvidas, mas as últimas informações não oficiais indicam que o antigo piloto de Fórmula 1 não se encontra acamado nem sobrevive com a ajuda de apoio respiratório, mas que necessita de "cuidados intensivos de enfermagem".

As informações, que surgem a dias de se completarem cinco anos do acidente enquanto esquiava (a 29 de dezembro de 2013), nos Alpes, são adiantadas pelo jornal britânico «Daily Mail», apesar da família continuar a manter um total silêncio sobre a saúde do antigo piloto.

A mesma fonte avança ainda que o antigo piloto alemão necessita de tratamentos que tem um custo de 50.000 euros por semana e que tem um anexo à sua casa na Suíça, onde realiza os seus tratamentos.

Relacionadas:

Esta noticia surge depois do atual presidente da FIA, Jean Todt, ter confessado que viu o Grande Prémio do Brasil de Fórmula 1, no último mês de novembro, juntamente com o antigo piloto alemão.

Deixe o seu comentário