Matrículas mudam em fevereiro de 2019

Combinações de duas letras e quatro números vão terminar

0 aos 100 18/02/2018 Curiosidades

É já, em fevereiro de 2019, que o formato das matrículas dos automóveis portugueses vai mudar. O próximo modelo de matricula vai ser constituída por quatro letras e dois números (exemplo: AA-11-AA).

Esta é uma mudança inédita em Portugal. Há mais de oito décadas que as matrículas têm sempre dois pares de algarismos e um par de letras separadas por traços.

De acordo com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), ainda será possível matricular cerca de um milhão de veículos (automóveis, motociclos, triciclos, quadriciclos e ciclomotores) até que esta sequência — de quatro algarismos e duas letras — se esgote, o que deve acontecer em fevereiro do próximo ano.

Além disso, a partir de 2019 serão usadas nas combinações as letras K, W e Y o que significa que existe, aproximadamente, 137.092.800 possibilidades de matrículas.

Em Portugal foram utilizadas as matrículas com quatro números e duas letras – colocadas no início, AA-22-22, no fim, 22-22-AA, e a meio do registo, 22-AA-22, num sistema de registo de matrículas que se iniciou no primeiro dia de janeiro de 1937.

Em 1992 adoptou-se o seguinte modelo: dois grupos de algarismos seguidos e completados por duas letras, ou seja, 22-22-AA. Em 1998 foi acrescentado sobre o lado direito da chapa de matrícula, da identificação alusiva ao ano e mês de atribuição da primeira matrícula.

Foram necessários apenas 13 anos para que se esgotasse este modelo. Em 2005 iniciou-se a atual combinação, a sequência 22-AA-22. Mas este ciclo está prestes a terminar e para o futuro (fevereiro de 2019) será adotada a combinação AA-22-AA. Poderá consultar aqui a evolução.

Deixe o seu comentário