14 novidades que prometem dar que falar em 2021

Elétricos, híbridos, desportivos e, claro, SUV. Há propostas para todos os gostos (e orçamentos), quanto às novidades de 2021

0 aos 100 01/01/2021 Noticias

2021 promete ser um ano de recuperação para a indústria automóvel. Com a chegada das vacinas para a Covid-19, tudo aponta para uma retoma que será longa e difícil, mas, ainda assim, uma recuperação rumo à normalidade.

A solução passa, em grande parte, pela injeção de novos modelos, especialmente SUV, o "formato" da moda, capazes de ajudar a fazer esquecer a crise.

Selecionámos as novidades mais relevantes e que mais ruído prometem fazer em 2021, entre os quais é possível encontrar modelos mais pequenos e acessíveis, ao lado de outros mais luxuosos e requintados, obviamente com preços a condizer.

Alfa Romeo Tonale

É mais pequeno e mais acessível que o Stelvio, posicionando-se como o sucessor natural do Giulietta, sendo esperado para o segundo semestre de 2021. Estará assente na mesma plataforma do Jeep Renegade e do Compass, e contará com motores exclusivamente a gasolina, “simples” e híbridas Plug-in.

BMW iX

É o primeiro elétrico da BMW totalmente conectado e com tecnologia semiautónoma. Utiliza uma plataforma específica para elétricos. Estará disponível em três versões o iX 40, iX 50 e iX M50, com potências que deverão atingir 500 cv e baterias com capacidades entre 90 e 120 kWh, esta última para garantir uma autonomia superior a 600 km.

Em termos de carregamentos, a BMW anuncia tecnologia de carregamento rápido até 200 kW. Desta forma, a bateria pode ser carregada de 10 a 80 por cento da sua capacidade total em menos de 40 minutos. Em apenas 10 minutos pode alcançar uma autonomia aproximada de 120 quilómetros.

Dacia Sandero

Com um preço a partir de 9.000 euros, o novo Sandero, promete continuar a ser a escolha de muitos clientes particulares, agora com um desenho mais elegante, uma qualidade superior e mais equipamento tecnológico.

O “carro do povo” promete continuar a ser referência entre os carros baratos e com a crise que se aproxima, certamente será um dos carros mais vendidos do ano.

Dacia Spring

O primeiro modelo elétrico da marca "low cost" da Renault chega no final de 2021 e promete ser o mais barato do mercado. Este SUV compacto anuncia 225 km de autonomia e espera-se um preço em redor dos 15.000 euros (que deverá cair para 13.000 euros com incentivos).

Ford Mustang Mach-E

Entre as novidades para 2021, o SUV elétrico da Ford que explora a imagem do Mustang, promete figurar entre as mais aliciantes. As baterias oscilam entre 75,7 kWh e 98,8 kWh, o que lhe garantem autonomias entre 450 e 600 km, nas versões 4×2, ou 420 e 540 km se equipados com dois motores e tração integral. Os preços arrancam nos 49.901 euros.

Hyundai Ioniq5

O primeiro elemento da família elétrica Ioniq da Hyundai (ao estilo ID. Da Volkswagen ou “i” da BMW) chega no primeiro semestre do ano, um modelo que promete surpreender pelo desenho ousado e tecnologia. Contará, por exemplo, com um carregador de alta potência on-board de 800 volts, conseguindo suportar 11 kWh para carregamento CA ou até 232kWh para carregamento CC ultrarrápido.

Esta solução vai permitir carregamentos rápidos que permitem "encher" entre 20 e 80% da bateria em 18 minutos – o equivalente a 250 km de autonomia

Jeep Wrangler 4xe

O Jeep Wrangler 4xe será um dos híbridos mais interessantes do ano. O mítico Wrangler, um dos melhores SUVs da história, adapta-se aos novos tempos (e limitações). Equipado com um motor quatro cilindros 2.0 turbo, associado a dois motores elétricos, uma bateria de iões de lítio de 400v e 17 kWh (alojada por baixo dos bancos traseiros), promete uma potência de 375 cv, uma autonomia em modo elétrico de 40 km e o consumo médio homologado de apenas 4,7 litros/100 km (nos primeiros 100 km).

Mercedes EQS

A berlina eléctrica correspondente ao Classe S a combustão promete uma carga tecnológica e um design que promete assumir-se como referência. A autonomia promete ultrapassar 500 km sem dificuldades e as versões mais desportivas terão desempenho impressionante.

Mercedes-AMG Project One

O Project One promete abanar (violentamente) o mercado dos superdesportivos. Estará equipado com um motor de F1, um V6 com 1,6 litros capaz de atingir 11.000 rpm e soprado por turbocompressor, mas também por a produção estar limitada a apenas 275 exemplares.

Nissan Ariya

É o segundo elétrico de passageiros da Nissan, depois do Leaf, sendo igualmente o primeiro SUV elétrico do construtor japonês. É maior e mais volumoso do que o Leaf, com a chegada à Europa a ser esperada na segunda metade de 2021.

Conta com duas opções de bateria (63 ou 87 kWh de capacidade), duas opções de tração (tração dianteira ou tração integral e-4ORCE, com um motor por eixo) e cinco níveis de potência (218, 242, 279, 306 e 394 cv). A autonomia oscila entre os 360 e 500 km, dependendo da versão.

Nissan Qashqai

Contudo, a grande novidade da Nissan para 2021 será o novo Qashqai, um modelo fundamental para a marca japonesa, especialmente na Europa. Totalmente renovado, a terceira geração do Qashqai será mais sofisticado esteticamente e com personalidade reforçada. Estreia uma motorização híbrida com extensor de autonomia e-Power (elétrico com um motor a gasolina que funciona como gerador), em substituição dos motores a gasóleo, que desaparecem.

Renault Arkana

O SUV Coupé da Renault promete revolucionar o segmento de SUV compactos em geral com uma estética específica e tecnologia. Estará disponível exclusivamente com motores "eletrificados" (sem Diesel), nomeadamente o híbrido E-TECH de 140 cv e duas variantes a gasolina (TCe 140 e TCe 160) com um sistema micro-híbrido de 12V.

Tesla Model Y

O Model Y, o SUV mais pequeno da Tesla, promete ser uma das principais novidades de 2021. Os preços já estão definidos e arrancam nos 65.000 euros para a versão Long Range, com mais de 500 km de autonomia.

Toyota Yaris Cross

O novo SUV compacto, posicionado abaixo do C-HR, promete ter uma palavra a dizer no segmento dos B-SUV, um dos mais cresce na generalidade dos países europeus. Com uma estética atraente e motor híbrido, será proposto nas versões 4x2 e AWDi. Chega no início do segundo semestre do ano.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!