Bolide, o Bugatti de 1850 cv e que supera os 500 km/h

Novo 'monstro' da Bugatti tem 0,67 kg/cv e anuncia uma velocidade máxima 'bem acima' dos 500 km/h.

0 aos 100 28/10/2020 Noticias

Que melhor nome que Bolide para a nova "besta" da Bugatti, o estudo de um hipercarro de corridas “lightweight”, com um estilo aos protótipos de Le Mans e que utiliza uma versão modificada do motor W16 8.0 quad-turbo do Chiron que lhe permite alcançar 1850 cv.

O CEO da marca de Molsheim, Stephan Winkelmann, descreve-o como tendo apenas: “quatro rodas, motor, caixa de velocidades, volante e, como único luxo, o facto de ter dois lugares”.

O formato remete para os LMP1 e LMP2 de Le Mans, enquanto o formato das entradas de ar lembra os F1 e o desenho dos farolins traseiros em X é uma alusão ao avião a jato experimental que rompeu pela primeira vez a barreira do som em 1947.

Os 1850 cv extraídos do motor W16 são possíveis apenas com combustível de competição com 110 octanas. Com gasolina de 98 octanas, a cifra baixa para os 1600 cv do Chiron Super Sport 300+. Os valores do Bolide foram possíveis graças a um sistema de escape reformulado, a quatro novos turbos e a um sistema de lubrificação por cárter seco redesenhado.

Veja ainda:

Foi igualmente incluído um sistema de arrefecimento a água e os travões são ventilados através de compressores ‘turbofan’ radiais de carbono-titânio. A isso junta três radiadores de óleo arrefecidos a ar, com pré-arrefecimento a água – solução também utilizada no motor, caixa de velocidades e diferencial.

O facto de ser um modelo “despido”, ou seja, sem grandes luxos no interior, permite-lhe anunciar apenas 1240 kg (menos 635 kg que o Chiron, por exemplo), o que resulta numa potência específica sem precedentes de 0,67 kg/cv.

As performances são apenas comparáveis aos de um Fórmula 1: 0-100 km/h em 2,17 segundos, 0-200 km/h em 4,36 seg., 0-300 km/h em 7,37 seg., 0-400 km/h em 12,08 seg. e 0-500 km/h em 20,16 seg, com a Bugatti a prometer uma velocidade máxima “bem acima” dos 500 km/h (fala-se mesmo em 527 km/h). 

A marca francesa diz que o Bolide é capaz de cumprir uma volta ao circuito de la Sarthe (de Le Mans) em 3 minutos e 7,1 segundos e de uma “hot lap” em Nürburgring-Nordschleife em cerca de 5 minutos 23,1 segundos – muito próximo do recordista absoluto Porsche 919 Evo LPM1.

Sobre o seu futuro, a Bugatti não adianta detalhes, mas é muito provável que venha a ser construído num edição muito especial, exclusivamente para as pistas e com um preço, seguramente, muito... "especial".

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente