Vigas de betão reforçam corte de estradas entre Portugal e Espanha

São nove os pontos de passagem exclusivamente destinados para transporte de mercadorias e trabalhadores

0 aos 100 20/03/2020 Noticias

O corte de estradas secundárias entre Portugal e Espanha foi esta quinta-feira reforçado com a colocação de vigas de betão em sete localidades do concelho de Chaves para o encerramento destas ser “mais eficaz”.

“Na raia seca existem um conjunto de ligações no concelho de Chaves que fazem interligação contínua em asfalto com vários povos vizinhos galegos e, por isso, fizemos o encerramentos físicos e efetivos dessas ligações”, vincou Nuno Vaz, presidente da câmara de Chaves, que esteve ontem em Vilarelho da Raia, no concelho de Chaves, durante a colocação de uma viga de betão numa dessas ligações raianas.

Ao todo, foram sete as ligações por asfalto no concelho do distrito de Vila Real a serem reforçadas com a colocação de vigas de betão, para que possam “verdadeiramente evitar a passagem”, face às soluções anteriores, que eram através de grades em ferro.

Desde segunda-feira que as fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha estão a ser controladas, passando a existir nove pontos de passagem e exclusivamente destinados para transporte de mercadorias e trabalhadores que tenham de se deslocar por razões profissionais, sendo um deles no concelho de Chaves, na localidade de Vila Verde da Raia.

Para Nuno Vaz, apesar do corte das principais ligações, “ao longo da fronteira com Espanha há um conjunto de vias de acesso secundárias e que relativamente a essas não tinha havido uma decisão eficaz”.

“Queremos que sem estas ligações, que têm sido utilizadas pelos nossos cidadãos com ligação intensa com o outro lado da fronteira, numa forma de mobilidade muito interessante, não haja o aumentar do risco de contágio da Covid-19 e estamos assim a vedar efetivamente ao trânsito automóvel”, sublinhou o autarca de Chaves.

As vigas de betão, cedidas pela Infraestruturas de Portugal, foram colocadas nas localidades de Soutelinho da Raia, Vilarelho de Raia, Lamadarcos, Mairos, Travancas, São Vicente e Segirei.

O presidente da Câmara de Chaves anunciou ainda, como medida para conter a pandemia da Covid-19, uma intervenção de higienização e desinfestação na zona urbana da localidade transmontana.

“Estamos em cooperação com os bombeiros locais, mas também através de recursos próprios, a fazer uma limpeza na zona mais urbana e zonas de maior concentração de pessoas”, explicou.

A medida irá ser implementada em todo o espaço urbano e de forma cíclica, de forma a dar mais segurança aos cidadãos que tenham de se deslocar pela cidade, acrescentou.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente