Dieselgate: tribunal checo condena Volkswagen. Quase 8.700 euros por lesado

Este é o valor mais alto do caso em tribunais europeus. A decisão está aberta a recurso, mas apenas por motivos processuais.

0 aos 100 20/06/2019 Noticias

Um tribunal de Praga, na República Checa, decidiu que o Grupo Volkswagen pague 8.660 euros de indemnização a cada um dos proprietários lesados com o escândalo dos motores fraudulentos. Este é o valor mais elevado deste caso em tribunais europeus.

O processo foi apresentado pela "Safe Diesel" em nome de 2.435 proprietários de modelos do Grupo Volkswagen. A organização foi criada para defender o caso dos queixosos.

A decisão está aberta a recurso, mas apenas por motivos processuais. "É um avanço no ramo europeu do caso", disse Frantisek Honsa, advogado da "Safe Diesel", em comunicado. "Conseguimos fazer a mesma compensação que nos Estados Unidos", acrescentou o advogado. 

Em causa estão os modelos equipados com motores 1.2, 1.6 e 2.0 TDi CR da geração EA189- em 108.438 Skoda, 45.775 Volkswagen, 1.804 Seat e 8.990 Audi. Ao todo, o número ascende a 165.007 afetados.

A Volkswagen já comunicou que vai apelar.

Relacionadas:

A organização “Safe Diesel” afirmou ter um total de 7.000 reclamantes, pelo que, de momento, o “pacote” de indemnização pode ascender a algo como 60,6 milhões de euros.

Nos Estados Unidos, recorde-se, a Volkswagen pagou entre 5.000 e 10.000 dolares, dependendo do modelo em causa, a cada cliente com veículos manipulados. Ao todo, foram 600 mil clientes afetados.

Em Portugal, o escândalo das emissões poluentes afetou mais de 125 mil carros.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'