Koenigsegg Jesko: 1.600cv e 482 km/h

Sucessor do Agera RS tem 1.600cv e tem como objetivo os 500 km/h

0 aos 100 05/03/2019 Noticias

A última obra de arte da Koenigsegg dá pelo nome de Jesko, em homenagem ao pai de Christian Koenigsegg. Trata-se simplesmente do sucessor do Agera RS e promete superar (largamente) todos os números de um hipercarro que marcou uma era.

A alimentar este "monstro" encontra-se uma versão modificada do V8 de 5.0 litros biturbo da Koenigsegg. Com combustível normal produz 1.280 cv de potência, mas com E85 (85% de etanol e 15% de gasolina) este número sobe aos 1.600 cv e 1.500 Nm de binário máximo.

Este motor surge acoplado a uma transmissão automática a que a marca sueca chama de "Light Speed Transmission". Trata-se de uma caixa automática de nove velocidades, desenvolvida em casa, pesa apenas 90 kg, e permite saltar mudanças de forma instantânea. O fabricante sueco fala em trocas de mudança "quase à velocidade da luz", mesmo que seja entre uma 7.ª e uma 3.ª.

O desenho do Jesko parece resultar de uma união entre o Agera RS e o Regera. A traseira é dominada por uma enorme asa traseira (ao estilo dos carros de competição) e por um difusor de dimensões (muito) generosas. 

Relacionadas:

Na prática, o Jesko é capaz de gerar uma carga aerodinâmica 30% superior à do One:1 e 40% superior à do Agera RS. O mesmo é dizer que a 482 km/h, a sua velocidade máxima anunciada, este Jesko é capaz de gerar 1.400 quilos de "downforce", aproximadamente o mesmo que o seu peso.

Apesar da velocidade máxima anunciada de 482 km/h, nas simulações virtuais a velocidade máxima do Jesko superou os 500 km/h com uma aerodinâmica menos agressiva. Resta agora saber se a Koenigsegg vai tentar bater o recorde de velocidade para um automóvel de produção, que pertence ao Agera RS (447,6 km/h).

A Koenigsegg já confirmou que só vai produzir 125 unidades do Jesko (a um ritmo de 40 ou 50 por ano) e que o preço base começa nos 2,7 milhões de euros.

Deixe o seu comentário