Porsche admite erro nos consumos do 911

Valores de consumo e de emissões submetidos para homologação do 911 da geração 991 estavam incorretos

0 aos 100 01/02/2019 Noticias

A Porsche admitiu que os valores de consumos e emissões de algumas versões (produzidas entre 2016 e 2017) do 911 de geração 991 comunicados ao ministério dos transportes estão errados.

"A Porsche identificou problemas em relação aos testes fora da linha de produção", informou a Porsche em comunicado. Alegadamente, terá havido um erro no cálculo no coeficiente de arrasto que terá influenciado os valores finais

Segundo o Der Spiegel, as autoridades alemãs assim como as norte-americanas já foram informadas do erro. “A empresa está a realizar investigações internas em estreita ligação com as autoridades", salienta a Porsche, acrescentando que o problema não está relacionado com o software de gestão do motor e não afeta a segurança dos veículos.

Relacionadas:

Acrescenta ainda que disponibilizou os seus engenheiros para colaborar com as autoridades de forma a encontrar a melhor solução para minimizar o sucedido.

A lei alemã diz que os construtores serão multados caso os valores de consumo e de emissões, entre o anunciado e o real, seja superior a 10% e os consumidores podem pedir, também, uma indeminização.

Para já, não é conhecido o desvio entre o que foi anunciado e o valor real, nem o número de viaturas afetadas.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!