Governo alemão diz que os Tesla são carros de luxo e exige devolução do 'bónus ambiental'

Mais de 800 proprietários alemães do Model S obrigados a pagar 4.000 euros ao governo alemão

0 aos 100 18/07/2018 Noticias

Na Alemanha, centenas de proprietários do Model S da Tesla estão a ser notificados para devolver um subsídio de 4.000 euros, concedido para a compra de carros elétricos. Tudo porque uma agência governamental considerou os Tesla como carros de luxo e, por isso, não entram no programa de apoio governamental à compra e veículos elétricos.

Segundo a “Bloomberg”, mais de 800 proprietários do Model S receberam o chamado “bónus ambiental”, destinado a impulsionar as vendas de automóveis elétricos, algo semelhante ao incentivo de 2.250 euros que é dado em Portugal. Agora, estão a ser notificadas para devolver o valor recebido. 

A decisão de deixar os Tesla fora deste bónus foi tomada pelo Departamento Federal para Assuntos Económicos. A marca de Elon Musk já fez saber que vai recorrer da decisão e a empresa reembolsa o subsídio aos proprietários até que a situação seja "esclarecida".

Relacionadas:

Na Alemanha, o programa, chamado “bónus ambiental”, apoia quem compre veículos elétricos que não superem os 60 mil euros. O Model S mais barato, o Model S 75D, tem um preço a rondar os 72 mil euros, mas a Tesla contornou o problema criando uma versão abaixo dos 60.000 euros. Como? Retirando-se essencialmente uma parte do equipamento, que denominou pack Comfort – navegação, retrovisores retractéis, câmara de marcha-atrás –, que o cliente depois poderia ou não activar over the air.

Agora a Tesla vai apresentar queixa junto da Comissão de Comércio da União Europeia, que vai decidir quem tem razão. 

Deixe o seu comentário