Chegou o novo Nissan Leaf!

Encomendas já são tantas quantos Leaf originais vendidos

0 aos 100 12/04/2018 Noticias

O novo Nissan Leaf é um dos lançamentos mais aguardados do ano e e já chegou à rede de concessionários em Portugal. À data de hoje, o número de encomendas (todas formalizadas), já representa quase tanto quantas as vendas acumuladas ao longo dos sete anos de comercialização em Portugal do Leaf de primeira geração.

As razões para este interesse são fáceis de justificar: o novo Nissan é “novo” no sentido estrito do termo. Isso é evidente até nos mais ínfimos detalhes, mas também no plano tecnológico, com destaque para os progressos registados ao nível da autonomia.

Por isso, sete anos depois de ter assumido o papel de percursor, o modelo parece talhado para dar um contributo decisivo para a democratização da mobilidade inteligente e sustentável.

As boas impressões estendem-se ao interior completamente redesenhado, com um ecrã TFT de 7 polegadas, a cores, que inclui novos menus e novos gráficos que facilitam o acesso a funcionalidades essenciais como navegação, áudio, consumos, autonomia, energia das baterias, cálculos de viagem, rotas até aos postos de carregamento mais próximos.

Por falar em tecnologias, destaque para o Escudo de Proteção Inteligente (que inclui o aviso de mudança involuntária de faixa, o identificador de sinais de trânsito, o regulador automático de luzes de máximos e o sistema de anticolisão frontal) ou a Câmara Inteligente 360º com deteção de pessoas e objetos em movimento.

Relacionadas:

Mas não se fica por aqui, com a possibilidade de ser conduzido só com o pedal de acelerador…Graças ao sistema e-Pedal, é possível conduzir o Nissan LEAF em praticamente 90% da sua utilização normal sem recorrer ao pedal do travão. Com esta funcionalidade ativa, a desaceleração também é sinónimo de travagem e quando se retira o pé do acelerador, o sistema funciona com a eficácia de um travão.

Claro que em situações que exijam uma travagem mais forte, ou como resposta a uma emergência, o recurso ao pedal do travão é sempre uma solução.

O motor tem uma potência de 110kW (150cv) e 320Nm de binário, e permite ao Leaf uma autonomia, consoante as versões, de 270 a 285 km em ciclo misto e 389 a 415 km em ciclo urbano, segundo a nova norma WLTP, muito mais realista do que a anterior.

Esta nova norma implica a homologação de valores de consumos, logo de autonomias, versão a versão e não médias por motorização, como acontecia anteriormente.

Tal como na anterior geração o novo Nissan LEAF inclui de série a tecnologia de Veículo para a Rede (V2G). Ou seja, graças ao carregamento bidirecional, o automóvel também pode devolver energia para alimentar o mundo à sua volta ao ligá-lo a residências e escritórios. Inclusivamente, até pode devolver quaisquer excessos de carga para abastecer e estabilizar a rede elétrica local (nos mercados em que a legislação o permite).

Os preços começam nos 32.400 euros valor de entrada na gama do novo modelo da Nissan.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'