Ford vai lançar sete novos elétricos (Puma incluído)

Prevista a construção de uma gigafactory nos arredores de Ankara, na Turquia

0 aos 100 14/03/2022 Noticias

A Ford vai introduzir três novos elétricos de passageiros e quatro novos veículos comerciais elétricos na Europa até 2024. O objetivo é vender mais de 600.000 veículos elétricos até 2026.

A ofensiva elétrica levou inclusivamente à criação de uma nova unidade de negócio global – denominada de “Ford Model e” – focada no design, produção e distribuição de veículos elétricos e conectados. Juntamente com a unidade de negócio Ford Pro, focada no negócio de veículos comerciais da Ford, estas duas unidades de negócio vão definir o futuro da Ford na Europa.

"A nossa marcha rumo a um futuro 100% elétrico é uma necessidade absoluta para que a Ford consiga ir ao encontro das necessidades de mobilidade dos clientes em toda uma Europa em transformação", referiu Stuart Rowley, Presidente da Ford Europa. "Trata-se, também, da necessidade premente de um maior cuidado para com o nosso planeta, contribuindo positivamente para a sociedade e para a redução das emissões, em conformidade com o Acordo de Paris sobre o clima."

A partir de 2023, a Ford vai iniciar a produção de um novo elétrico de passageiros, um crossover de média dimensão, construído em Colónia. Contando com uma autonomia de 500 km com uma única carga, o veículo e o seu nome serão desvendados mais tarde em 2022, iniciando-se a produção em 2023.

Veja ainda:

Em 2024, a Ford vai adicionar à gama um segundo veículo elétrico, que será produzido na mesma linha de produção.

Em complemento, o Puma, o veículo de passageiros mais vendido da Ford na Europa, irá ficar disponível com uma versão elétrica, construída em Craiova, na Roménia, a partir de 2024.

A gama de comerciais ligeiros Transit também contará com quatro modelos elétricos novos: as nova geração da Transit Custom e da Tourneo Custom em 2023, assim como do Transit Courier e Tourneo Courier em 2024.

O ambicioso plano de eletrificação da Ford será apoiado por uma gigafactory, nos arredores de Ankara, na Turquia, que será uma das maiores fábricas de baterias para veículos elétricos da Europa.

O projeto resultará de uma joint-venture entre a Ford, a SK On Co e a Koç Holding. Para o efeito já foi assinado um memorando de entendimento entre as três entidades.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas