Miguel Oliveira em dúvida para o GP da Estíria

Piloto português sofreu uma queda violenta na primeira sessão de treinos livres

0 aos 100 06/08/2021 Desporto

A participação de Miguel Oliveira no Grande Prémio da Estíria de MotoGP está em dúvida, depois de uma aparatosa queda sofrida esta sexta-feira na primeira sessão de treinos livres.

O piloto português da KTM foi transportado ao centro médico do circuito Red Bull Ring, em Spielberg, na Áustria, para realizar exames de diagnóstico, que, à primeira vista, não indicaram a presença de nenhuma fratura.

Contudo, o piloto de Almada não participou na segunda sessão, realizada durante a tarde, que teve no italiano Lorenzo Salvadori (Aprilia) o mais rápido.

A conferência de imprensa do piloto português promovida pela equipa KTM também foi cancelada.

Em declarações divulgadas pela assessoria de imprensa da equipa austríaca, Miguel Oliveira mostrou-se, “antes de mais, desapontado por este começo de fim de semana”.

“Durante a [primeira] sessão, o reservatório do óleo de travão estava muito próximo das manetes e não conseguia parar a mota, pelo que entrei nas boxes algumas vezes até perceber o que se estava a passar e melhorar o desempenho. Quando regressei à pista, saí um pouco largo na curva três, acelerei fora da trajetória e perdi o controlo de tração”, explicou Oliveira.

De acordo com o piloto luso, foi atirado “ao ar” e terá sido “atingido pelo guiador antes de aterrar”.

“Foi isso que me magoou mais. Temos estado a despistar danos maiores para ver se podemos continuar e o que poderemos fazer”, concluiu Miguel Oliveira, que regressava este fim de semana ao palco da sua primeira vitória no Mundial de MotoGP, em 2020.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída