Hyundai troca chaves por leitor de impressões digitais

Primeira tecnologia de impressões digitais do mundo será aplicada no Santa Fe de 2019

0 aos 100 30/12/2018 Noticias

A Hyundai anunciou a primeira tecnologia de impressões digitais inteligente do mundo, que permite ao condutor não apenas destrancar as portas, mas também colocar o veículo em andamento. O primeiro modelo a adotar a tecnologia será o SUV Santa Fe, no primeiro trimestre de 2019.

Para destrancar o veículo, o condutor tem de colocar o dedo no sensor que se encontra no puxador da porta. A informação encriptada da impressão digital será identificada e transmitida ao controlador de impressões digitais no interior do veículo. O condutor pode também ligar facilmente o veículo tocando na ignição, que está igualmente equipada com um sensor de leitura de impressões digitais.

Além disso, a tecnologia proporciona um ambiente de condução personalizado. Ao combinar as informações das preferências do condutor com os dados das impressões digitais, o veículo ajusta automaticamente as posições dos bancos, as funcionalidades de conectividade do automóvel e os ângulos dos espelhos retrovisores laterais, consoante as escolhas do condutor.

Albert Biermann, Chefe da Divisão de Investigação e Desenvolvimento da Hyundai Motor Company, afirmou: “No futuro, a Hyundai tenciona expandir ainda mais a aplicação desta tecnologia para permitir o ajuste automático da temperatura, do posicionamento do volante e de muitas outras funcionalidades que serão personalizadas de acordo com as preferências do condutor. O objetivo final será proporcionar uma experiência de condução de qualidade a todos os clientes da Hyundai.”

Relacionadas:

A Hyundai resolveu também os problemas de segurança da tecnologia de impressões digitais inteligente. Com o reconhecimento de capacitância, que deteta variações no nível de eletricidade em várias zonas da ponta do dedo, a tecnologia de impressões digitais impede, de forma eficaz, as fraudes e impressões digitais falsificadas.

A tecnologia tem uma probabilidade de apenas 1 em 50 000 de reconhecer incorretamente a impressão digital de outra pessoa como se fosse a do condutor, o que a torna cinco vezes mais eficaz do que as chaves de automóveis convencionais, incluindo as chaves inteligentes. Além disso, através da aprendizagem em tempo real fornecida pela funcionalidade “Atualização Dinâmica”, o sistema de impressões digitais pode continuar a melhorar a sua taxa de sucesso.

A Hyundai irá aplicar a tecnologia de impressões digitais em mercados selecionados, expandindo-a gradualmente a outros mercados. A marca tenciona também continuar a implementar outras tecnologias personalizáveis na sua gama de veículos, para reforçar a liderança tecnológica no mercado de mobilidade do futuro.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!