Honda CR-V Hybrid já tem preço

Primeiro SUV híbrido da Honda na Europa chega em janeiro

0 aos 100 05/12/2018 Noticias

O regresso da Honda aos modelo híbridos, o CR-V Hybrid, estará disponível em Portugal a partir de 38.200 euros. As primeiras unidades chegam nos últimos dias de janeiro.

A mecânica combina um bloco 2.0 litros i-VTEC a gasolina com ciclo Atkinson e dois motores elétricos. Tem uma caixa de relação única e utiliza uma bateria de iões de lítio. Contas feitas, são 184cv e um binário de 315 Nm.

O sistema híbrido da Honda disponibiliza o sistema i-MMD (Intelligent Mukti-Mode Drive) que, na essência, vai alternando, consoante a necessidade, entre três modos de condução de forma a permitir a maior eficiência possível. No modo “EV Drive”, o sistema é alimentado pela bateria de iões de lítio e funciona como veículo elétrico, desligando o motor de combustão interna.

Relacionadas:

Quando utiliza o modo “Hybrid Drive”, o sistema utiliza o bloco a gasolina alimenta um segundo motor gerador que, assim, oferece mais energia ao pacote de baterias. Finalmente, com o modo “Engine Drive”, uma embraiagem fecha-se e o motor de combustão interna passa a enviar o binário, diretamente, para as rodas.

O i-MMD é totalmente automático e em cidade, por exemplo, o CR-V andará a alternar entre os modos “EV Drive” e “Hybrid Drive” procurando, sempre, a maior eficiência. Já numa utilização em auto estrada, por exemplo, o i-MMD procura o modo “Engine Drive” que é o mais eficiente. Nesta utilização, a Honda refere que o CR-V Hybrid andará em modo puramente elétrico mais de um terço do tempo quando utilizado a velocidades moderadas.

No interior está um ecrã, o DII (Driver Information Interface) que fornece todas as indicações necessárias para ficar a conhecer como funciona o sistema, carga da bateria e muita outra informação. O sistema tem grafismos diferenciados e coloridos. 

Quanto a performances, na versão de tração dianteira (2WD), o CR-V Hybrid acelera dos 0 aos 100 km/h em 8.8 segundos (9,2 segundos na versão AWD). A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 180 km/h.

A Honda anuncia emissões de CO2 de 120 g/km (em ciclo NEDC), para um consumo médio de 5,3 litros aos cem, valores que sobem para os 126 g/km (ciclo NEDC) e 5.5 litros aos cem na versão de tração às quatro rodas.

Deixe o seu comentário