Lexus explica segredos da aerodinâmica do UX

Jantes «aero» ventiladas é só um dos detalhes aerodinâmicos do novo SUV compacto...

0 aos 100 07/11/2018 Noticias

O SUV compacto da Lexus, o UX, chega no início do próximo ano com a promessa de não ser mais um entre os muitos SUV lançados nos últimos tempos. «Queria que o UX disponibilizasse os benefícios de um crossover convencional - posição mais alta e melhor visibilidade - com o desempenho dinâmico e a agilidade de um hatchback», explica Chika Kako, engenheira chefe do desenvolvimento do UX.

O modelo tem por base a premissa de Akio Toyoda de que “todos os Lexus devem ter uma condução divertida”, nesse sentido a equipa de engenharia foi encarregue de criar uma plataforma incrivelmente rígida - a base para a elegância e superior dinâmica de condução – recorrendo a painéis de alumínio e material composito, que permitissem diminuir o peso e baixar o centro de gravidade.

Em busca de um avanço significativo em termos dinâmicos, Chika Kako contou com a ajuda da equipa de engenheiros aerodinâmicos responsáveis por modelos de referência, como o Lexus LFA e a linha Lexus «F».

Da colaboração resultaram três inovações:

  1. Faróis traseiros «Aero» estabilizadores

Os faróis traseiros têm abas incorporadas, reduzindo assim as alterações de pressão do ar em cerca de 16%, contribuindo para o aumento da estabilidade traseira quer em curva, quer perante ventos laterais. Para uma aparência ainda mais sofisticada, uma única linha contínua de luz é formada por 120 LEDs que afunila suavemente em direção ao centro, medindo apenas 3mm no ponto mais estreito.

  1. Guarda-lamas aerodinâmico

Os guarda-lamas nos crossovers têm como objetivo proteger a carroçaria das pedras e gravilha lançada pelos pneus. No caso do novo UX, a Lexus acrescentar uma segunda função: «Incorporámos uma pala no topo da moldura que suprime a oscilação vertical durante as curvas, aumentando assim a estabilidade e a firmeza da condução», explica Chika Kako.

  1. Jantes «aero» ventiladas de 17 polegadas

As jantes de 17 polegadas com nervuras são aerodinamicamente ventiladas. O sulco inspirou-se na «Gurney Flap», utilizada nas traseiras dos carros de Fórmula 1 para regular o fluxo de ar e aumentar a força descendente. Esta inovação confere desempenho mais estável na travagem, aumento da eficiência de refrigeração e redução de turbulência lateral do veículo.

«Na Lexus, temos a sorte de possuir uma das maiores e mais avançadas instalações aerodinâmicas do mundo. Inaugurado em março de 2013, o nosso túnel de vento tem 22 metros de altura e 260 metros de comprimento. A sua principal função é gerar um fluxo constante de ar sobre o carro. Por exemplo, quando um veículo como o novo Lexus UX circula a 100 km/h, a resistência do vento é responsável por 70% das forças que afetam o desempenho geral», explica a engenheira-chefe.

Relacionadas:

Além das inovações já referidas, e para reduzir a resistência do UX (e por sua vez o consumo de combustível, a turbulência e o ruído do vento), os engenheiros da Lexus aperfeiçoaram a parte inferior do modelo, com base no que já havia sido feito com o coupé LC.

«Com as primeiras encomendas, as primeiras unidades do Crossover UX chegam aos centros Lexus no início de 2019. Espero que gostem realmente deste novo Lexus pois essa é a minha verdadeira recompensa», conclui a engenheira-chefe Chika Kako com um sorriso confiante.

Este concorrente do BMW X2, Audi Q2 e Mercedes-Benz GLA, de resto, estará disponível com uma motorização híbrida UX 250h (a mesma do novo Toyota Corolla Hybrid), equipada com um motor a gasolina 2.0, combinado com um motor elétrico para uma potência de 178cv.

Deixe o seu comentário