Sucessor do McLaren F1 chama-se Speedtail

Herdeiro espiritual do McLaren F1 chega em 2019, com os mesmos três lugares e produção limitada a 106 unidades. Todas já com dono

Luis Neves 25/07/2018 Noticias

O novo hiperdesportivo da McLaren, até aqui conhecido nome de código “BP23” (Bespoke Project 2, com o número 3 alusivo a três lugares), já tem nome: Speedtail.

O novo modelo da família Ultimate Series (a mais exclusiva da casa de Woking) sucede ao P1, mas também é por muitos apontado como o herdeiro espiritual do mítico F1, de 1993. Em boa parte, por adoptar uma configuração de três lugares, com o condutor sentado em posição central, e daí a sua designação: “BP2” significa que é o segundo de uma linhagem de modelos totalmente personalizados (bespoke), “3” alude ao número de lugares disponíveis a bordo.

Terá, de resto, uma produção limitada a 106 unidades – o mesmo do McLaren F1 original – e promete ser o McLaren mais veloz de todos os tempos, superando mesmo os 391 km/h (243 mph) velocidade máxima atingida pelo F1 quando foi lançado, em 1993.

Relacionadas:

O Speedtail, que terá como concorrentes máquinas como o Aston Martin Valkyrie, Mercedes-AMG Project One e Bugatti Chiron, será híbrido, assim como o P1, último hiperdesportivo do construtor. A produção arranca apenas no final de 2019. 

Segundo a McLaren, toda a produção (os 106 exemplares) já está toda vendida. O preço? 1,8 milhões de euros (antes de impostos).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente