O misterioso caso do Ferrari 458 Italia que cruzou meia Europa com uma matrícula de papel

Matrícula de papel não era o único problema deste Ferrari

Luis Neves 25/06/2018 Curiosidades

Um Ferrari 458 Italia viajou pelo Velho Continente com uma matrícula de papel presa com fita isolante que não foi detectada até chegar a Las Palmas da Gran Canaria. Embora possa parecer incrível, é um caso real que aconteceu por estes dias. Ver para crer.

Segundo o jornal La Provincia de Gran Canaria, na sexta-feira passada, 8 de junho, a Polícia Local de Las Palmas mandou parar o Ferrari que circulava na Avenida Marítima de Las Palmas. Eram aproximadamente 9:30 da manhã e a patrulha mandou parar o veículo sem acreditar no que estava a ver.

Em lugar da tradicional e obrigatória placa de matrícula metálica, o 458 Italia apresenta um papel preso com fita isolante. Por seu turno, a frente era desprovida de qualquer placa de identificação.

Relacionadas:

O condutor em questão, de origem ucraniana, alegou que acabara de chegar à cidade das Canárias, no barco Albayzín de Trasmediterránea, do porto de Cádiz. E agora a pergunta de um milhão de dólares: como passou pelos controlos alfandegários?

Mais: quando as autoridades solicitaram a documentação ao condutor, descobriram que não tinha carta de condução, com o 458 Italia a ficar de imediato apreendido até que o proprietário apresente toda a documentação legal.

A razão pela qual o Ferrari não possuia placa de matrícula é que o novo proprietário tinha iniciado os procedimentos para registar o bólide em Espanha mas, em vez de esperar pela legalização, decidiu "aligeirar" o processo. A impaciência neste caso teve um preço: 500 euros de multa por circular sem matrícula.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...