Fiat 500 Giardiniera regressa para substituir Punto

Fiat recupera um dos seus ícones

0 aos 100 01/06/2018 Noticias

O “Dia D” sobre o futuro da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) confirmou o regresso de um ícone à gama Fiat, o 500 Giardiniera. Esta é uma das cinco novidades anunciadas pela FCA (Fiat Chrysler Automobiles) até 2022, três das quais para a América Latina, além de um 500 elétrico destinado à Europa.

A maior interrogação que se coloca, atendendo à gama Fiat 500, que já conta com variante aberta (500C), monovolume (500L) e SUV (500X), é que tipo de carroçaria terá o 500 Giardiniera. A resposta mais lógica (e simples) é que o 500 Giardiniera seja o substituto "lógico" do Fiat Punto.

O Giardiniera da década de 70 foi projetado para ser uma versão mais espaçosa e prática do Fiat 500 da época. Era um carro mais longo, mais espaçoso e mais confortável, e até utilizava soluções muito engenhosas para alcançar o seu objetivo, como colocar o motor na parte traseira - como o 500 original - mas na base, para maximizar a capacidade de carga e espaço para os passageiros.

Por esta altura isso não seria novidade. O Fiat 500L já repetiu a história, apostando numa revisão do 500 para transformá-lo numa versão mais prática e espaçosa, como o foi o Giardiniera.

Atendendo que a gama Fiat 500 já tem o seu MPV, a ideia de um novo Fiat 500 Giardiniera só nos pode levar a um 500 que procura crescer para um segmento superior, logo substituto do Fiat Punto.

Por último, a Fiat confirmou que este 500 Giardiniera terá uma mecânica exclusivamente elétrica, assim como o Fiat 500. Tanto o Fiat 500X quanto o Fiat 500L contarã com versões híbridas.

Deixe o seu comentário