Governo admite portagens mais baixas para os SUV

O Ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, está aberto a acolher uma proposta para passar, alguns modelos de veículos, da classe 2 para a classe 1 de portagens

0 aos 100 22/04/2018 Noticias

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, admite a hipótese de passar para classe 1 os carros SUV e crossover. Isso tornaria as portagens mais baratas para este tipo de viaturas, que, atualmente, são consideradas de classe 2.

A visão do ministro é a de que os carros com estas “novas características” são “muito mais eficientes do ponto de vista ambiental”. E o facto de terem maiores custos nas portagens pode “suscitar um bloqueio à entrada no nosso mercado” deste conjunto de viaturas com estas características, disse Pedro Marques numa entrevista ao Diário de Notícias.

O ministro foi questionado acerca da renegociação do contrato de concessão com a Brisa para adaptar o regime de classificação de veículos. “Esse é um aspeto importante para nós, não só com a Brisa, porque não faz sentido nenhum a classificação passada em relação a alguns tipos de veículos”, afirmou o ministro.

Relacionadas:

Os fabricantes estimam lançar até 2020 cerca de 30 modelos novos que em Portugal seriam taxados na classe 2 de portagens. É por isso que as marcas insistem com o Governo na alteração das regras que têm limitado a venda deste veículos, mais altos, em Portugal.

Pedro Marques adianta que "o número de carros nessa situação é bastante limitado. O que está a acontecer é que há cada vez mais carros com essas novas características que são muito mais eficientes do ponto de vista ambiental e isso pode suscitar, se não for alterado agora, um bloqueio à entrada no nosso mercado de um conjunto de viatura que até só muito mais eficientes do ponto de vista ambiental e isso é que nós temos que evitar."

Deixe o seu comentário