Primeira 'smart island' do mundo é portuguesa

Projecto inovador a nível mundial promete tornar a ilha de Porto Santo independente do petróleo

0 aos 100 23/03/2018 Curiosidades

A primeira “smart Island” está prestes a nascer. Terá nacionalidade portuguesa, situar-se-á na Ilha de Porto Santo, na Madeira, e é apenas o primeiro passo para a democratização da mobilidade elétrica.

image

“Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island”. O nome não engana e designa o projeto assinado pelo Grupo Renault, pela Empresa de Eletricidade da Madeira, S.A. (EEM) e pelo Governo Regional da Madeira, que pretende ser pioneiro na criação de uma solução de mobilidade sustentável a partir do desenvolvimento de um ecossistema elétrico.  

image

Na base do projeto está a interação entre os automóveis elétricos da Renault (ZOE e Renault Kangoo Z.E.), o carregamento inteligente (smartcharging) (que é feito em função das necessidades do utilizador e da eletricidade disponível na rede), a segunda vida das baterias elétricas de veículos elétricos Renault (que permitirá armazenar a energia estacionária) e a reversão do carregamento (V2G) (que permitirá a injeção de energia elétrica na rede aquando dos picos de consumo).  

image

Eric Feunteun, Diretor do Programa de Veículos Elétricos e Novos Negócios do Grupo Renault, confirma tratar-se de um “projeto a uma escala sem precedentes, com o objetivo de apoiar a transição energética da ilha do Porto Santo para o desenvolvimento de fontes de energia renováveis, solares e eólicas".

Relacionadas:

"O objetivo é atingir 80% de energia e mobilidade sem emissões de carbono num futuro muito próximo e, para isso, estão equipas a trabalhar no terreno desde o início do ano, lançando soluções inteligentes de carregamento e armazenamento de energia estacionária e dando uma segunda vida às baterias dos veículos elétricos do Grupo Renault, que já não alimentam os modelos elétricos em atividade”, acrescentou.  

image

O mesmo responsável revela que “este é um projeto crucial para o Grupo Renault, que reflete o papel fundamental desempenhado pelos veículos elétricos na gestão de energia de um ecossistema global conectado a outros serviços. A promoção desses serviços tornará os veículos elétricos ainda mais acessíveis, otimizando ainda mais o seu custo total”.  

image

O projeto inclui a instalação de 40 estações conectadas na ilha, onde os veículos elétricos farão carregamentos inteligentes (ou seja, ativarão o seu carregamento quando o fornecimento de energia da rede energética exceder a procura), em harmonia com dois sistemas de armazenamento estacionários de energia provenientes de baterias de “segunda vida” do modelos como o Kangoo e ZOE, extraídas de viaturas provenientes da ilha da Madeira.

De resto, “reutilizar essas baterias localmente diminuirá a pegada de carbono”, avança Eric Feunteun, que também constata que “na fase seguinte, será possível efetuar o carregamento bidirecional, que permitirá usar a bateria de dois protótipos ZOE para armazenar e fornecer energia de acordo com as necessidades da rede”.  

image

As soluções do Grupo Renault permitirão à ilha de Porto Santo, armazenar e regular o suporte flutuante de energia produzida em estações solares e parque eólicos, e deixam a “porta aberta” para o desenvolvimento de novos modelos energéticos úteis no futuro.

Deixe o seu comentário