Novidades MotoGP em 2023

As equipas já divulgaram as datas para a apresentação da temporada 2023

0 aos 100 13/01/2023 Desporto

O ano de 2023 já começou, mas o Campeonato do Mundo de MotoGp só tem o seu arranque inicial a 24 de Março, no Grande Prémio de Portugal.

Contudo, as equipas já iniciaram trabalhos e as datas para a apresentação oficial das motos e últimos pormenores já foram divulgadas. 

Fique a par do que vai sendo divulgado nas seguintes datas: 





As novidades nesta nova temporada não se ficam pelas alterações às motos. Passam pelas alterações de equipas e de pilotos que aconteceram após o encerrar da temporada do Campeonato do Mundo de MotoGp2022. 

 

Foram nove as estrelas da categoria rainha que seguirão para novas aventuras em 2023. 

Alguns dos pilotos que estiveram presentes na temporada de 2022 vão manter o seu estatuto atual com o mesmo fabricante, mas com uma equipa diferente, outros vão tentar a sorte num projeto completamente novo, enquanto apenas um deles será estreante em 2023.

 

Bastianini da Gresini para a Ducati Lenovo Team. Depois de terminar o Campeonato do Mundo de 2022 em 3º lugar na geral, Bastianini foi aposta para a marca principal da Ducati, dividindo o protagonismo com o atual campeão do mundo, Francesco Bagnaia.

 

Rins e Mir trocam a Suzuki pela Honda, depois de a equipa Suzuki ter anunciado em Maio que se iria retirar da prova rainha. 

Joan Mir fará parceria com Marc Márquez na equipa principal (Repsol Honda Team), enquanto que Alex Rins será companheiro de Takaaki Nakagami na equipa satélite da Honda, a LCR Honda Idemitsu.

 

Augusto Fernández será o único estreante na grelha de partida em 2023. Depois de ter sido Campeão do Mundo de Moto2 pela Tech3 GASGAS Factory Racing, na época passada, Fernández foi promovido à categoria rainha ao serviço da GASGAS.

O espanhol fará parte da equipa Tech3 GASGAS Factory Racing ao lado de Pol Espargaró, que nesta temporada regressa à Tech3, equipa onde se tinha estreado em 2014.

 

Miguel Oliveira e Raúl Fernández completam o novo puzzle da Aprilia que agora compete com uma equipa satélite pela primeira vez na sua história. 



A promoção de Enea Bastianini à equipa de fábrica da Ducati levou a outras mudanças na grelha de pilotos. 

Jack Miller vai correr ao lado de Brad Binder, na Red Bull KTM Factory Racing, enquanto que Alex Márquez, deixa a Honda e segue nesta nova temporada aos comandos da GP22.

 

A primeira data importante para os amantes da prova rainha é já dia 10 de Fevereiro, dia em que se iniciam os primeiros testes em Sepang. 

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas
Pub