Rali de Mortágua com 51 equipas inscritas

'Mortágua Arena' é uma das novidades da prova organizada pelo Clube Automóvel do Centro

0 aos 100 27/04/2022 Desporto

O Rali de Mortágua reuniu mais de meia centena de equipas participantes, distribuídas por 21 do Campeonato Promo, 14 do Campeonato de Portugal de Ralis – 2RM, 12 da Peugeot Rally Cup Ibérica, cinco do Campeonato Portugal Clássicos de Ralis, dois do Campeonato Portugal Júnior de Ralis e três do Rali Extra.

Depois de já terem marcado presença no Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas, prova de abertura da Peugeot Rally Cup Ibérica, a competição do Clube Automóvel do Centro “resgatou” uma dúzia de equipas nacionais e espanholas, conferindo ao Rali de Mortágua uma “diversão” ainda mais desafiante.

Marcam presença os 21 do Campeonato Promo, com particular destaque para Fernando Peres e José Pedro da Silva, Adruzilo Lopes e Paulo Leones, Fernando Teotónio e Luís Morgadinho, Alexandrino Dinis e Luís Ribeiro, todos em Mitsubishi Lancer Evo IX, André Cabeças e Ilberino Santos (Mitsubishi Mirage Evo), entre outros determinados a mostrar serviço.

São várias as equipas que alinham no Campeonato de Portugal de Ralis – 2RM, com o piloto marinhense Ernesto Cunha, navegado pelo portuense Rui Raimundo, no comando das operações num Peugeot 208 Rally4, m ex-aequo com Ricardo Sousa e Luís Marques, em viatura idêntica. Miguel Abrantes e Inês Veiga (Renault Clio RC5) perfilam-se para mostrar serviço nas especiais mortaguenses.

Quanto aos Clássicos, espera-se uma luta titânica por um quinteto de enorme peso: Luís Mota e Alexandre Ramos (Mitsubishi Lancer Evolution VI), José Merceano e Francisco Pereira (Mitsubishi Evo IV), Nuno Mateus e Paulo Pimentel (Mitsubishi Lancer Evo VI), Pedro Leone e Bruno Miguel Ramos (Ford Escort RS Cosworth), Luís Fonseca e Duarte Gouveia (Peugeot 306 S16).

Gonçalo Fernandes e Jorge Henrique (Peugeot 208 Rally 4) João Silva (Renault Clio 4 RS) pontuam para o Portugal Júnior de Ralis, mas a dupla formada por Miguel Correia e Jorge Carvalho é a grande surpresa da lista de inscritos, na Prova Extra.

Veja ainda:

A formação da ARC Sport, que logrou o triunfo no Rali Terras D’Aboboreira com o Skoda Fabia Rally2 Evo, tem a oportunidade de manter intacto o seu excelente momento de forma. Recorde-se que a terceira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, disputada nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canavezes, colocou Miguel Correia e Jorge Carvalho na ribalta, batendo Armindo Araújo por dois segundos e Bruno Magalhães por 11,2 segundos.

Ainda no que concerne à Prova Extra, referência para a presença do alemão Sean Johnston, navegado pelo britânico Alexander Kihurani, aos comados de um Citroën C3 R5 preparado pela francesa Sainteloc Junior Team, assim como Diogo Salvi e Hugo Magalhães, ao volante de um Skoda Fabia R5.

Super-especial de sexta-feira abre “hostilidades”

A competição delineada pelo Clube Automóvel do Centro (CAC), em estreita parceria com a Câmara Municipal de Mortágua, surge bastante compacta com um percurso total de 162,79 quilómetros, 84,24 dos quais disputados ao cronómetro, correspondentes a uma dupla ronda por 4 troços: super-especial (2,20 km), Mortágua (7,75 km), Laceiras 13,08 km) e Aguieira (19,09 km).

Baseado na localidade que dá nome a esta vila do distrito de Viseu, a prova tem início e termina na frente à Câmara Municipal, tendo o seu centro nevrálgico no Centro Educativo de Mortágua e o Parque de Assistência na Expo de Mortágua.

As hostilidades iniciar-se-ão ao fim da manhã, num troço na região de Gândara, entre as 12h00 e as 13h00 com a passagem livre dos concorrentes, seguindo-se, ao início da tarde, entre as 13h30 e as 14h00, o Qualifying que definirá a ordem de saída para a estrada. Entre as 14h30 e as 15h00 terá lugar o Shakedown para os pilotos prioritários, sessão que repete-se das 15h00 às 16h30 para os restantes pilotos.

Já as lutas pelos melhores tempos nas oito especiais desenhadas da competição concentram-se pela única passagem pela super-especial de sexta-feira (A1 – 19h58), prosseguindo no dia seguinte, numa etapa única com partida agendada para as 9h00 do Parque fechado, em frente ao edifício da Câmara Municipal de Mortágua.

Depois de uma visita ao Parque de Assistência na Expo de Mortágua (9h10/9h25), as equipas saem para a primeira sequência de troços: ES1 Mortágua (9h38), ES2 Laceiras (10h21) e ES3 Aguieira (11h09), ronda matinal que terminará com nova incursão pelo Parque de Assistência (13h10/13h40).

No regresso à estrada, as equipas repetem a mesma sequência de troços: ES4 Mortágua (13h53), ES5 Laceiras (14h36) e Aguieira (15h24). Depois de 10 minutos nas assistências (16h24/16h34), os concorrentes rumam para a tradicional cerimónia de Pódio, às 16h44, em frente ao edifício da Câmara Municipal de Mortágua.

“Mortágua Arena” para ver “in loco” ao longo de 2 km

O Rali de Mortágua está de “pedra e cal” as suas pretensões: regressar o quanto antes ao escalão principal dos ralis nacionais, oferecendo às equipas e público em geral a zona espetáculo “Mortágua Arena”, também a a pensar Vodafone Rally de Portugal.

Trata-se de um espaço de eleição desenhado por Luís Filipe Rodrigues, vice-presidente da Câmara de Mortágua, em pleno coração da especial da Aguieira que privilegia o público com a possibilidade de ver “in loco” os pilotos ao longo de dois quilómetros sem sair do mesmo local, com condições ímpares no panorama nacional e internacional, fruto dos declives no terreno.

De acordo com Ricardo Pardal, «esta é uma região onde há uma grande paixão pelo desporto automóvel», pelo que ainda não digeriu a retirada do Rali de Mortágua do Campeonato Portugal de Ralis: «A prova que, o ano passado, serviu de palco para a atribuição do título absoluto do Campeonato de Portugal de Ralis, foi retirado no ano seguinte da categoria rainha. Valores mais altos levantaram-se, mas não é essa a vontade do município de Mortágua nem do Clube Automóvel do Centro, em que fizemos o esforço necessário para continuar a ter um dos melhores ralis do campeonato português, mas que infelizmente não foi esse o resultado».

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas
Pub