Mercedes-AMG C43 com motor de 4 cilindros de 408cv

Nova mecânica 2.0 turbo de 4 cilindros de 381 cv já conhecida do Classe A 45 S... mas com toques de magia

0 aos 100 26/04/2022 Noticias

É oficial: o Mercedes-AMG C43 abandona o motor V6 para adotar um mais compacto motor de quatro cilindros e 2 litros de cilindrada, embora com uma potência que promete deixar a concorrência "preocupada": 408cv.

O novo C43 conta com motor de quatro cilindros em linha, de 2 litros de cilindrada, equipado com um sistema de sobrealimentação que fica a cargo de um turbo elétrico, que permite não só uma resposta ainda mais espontânea nos baixos regimes, como também na restante faixa de rotações.

O turbocompressor é alimentado pela rede elétrica de 48V do sistema mild-hybrid, havendo ainda um boost de 14 cv que será ativado durante breves momentos de aceleração a fundo.

É, no fundo, o mesmo motor estreado no SL 43, derivado do Classe A 45 S, neste caso com 408cv (381cv no SL) às 6750 rpm e 500 Nm de binário máximo (480 Nm no SL) disponível entre as 3250 e as 5000 rpm.

A transmissão automática de nove velocidades e a tração às quatro rodas 4Matic garantem uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em escassos 4,6 segundos (menos 0,3 segundos que o SL 43). A velocidade máxima está limitada aos 250 km/h.

Em comparação com o BMW M340i xDrive, o mais direto adversário (o Audi S4 tem motor a gasóleo), o BMW produz 374 cv e acelera dos 0 aos 100 km/h em 4,4 segundos.

Por fora, o AMG C 43 distingue-se essencialmente pela grelha “Panamericana”, parachoques mais agressivos com acabamentos cromados, um ligeiro difusor traseiro e os emblemas “Turbo Electrified” na lateral. As jantes são de 18 polegadas, com as de 19 e de 20 polegadas em opção.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas
Pub