Os piores carros de 2021 para Jeremy Clarkson

Lista assente em modelos SUV promete não deixar ninguém indiferente...

0 aos 100 15/01/2022 Curiosidades

O antigo apresentador do “Top Gear”, atualmente do “The Grand Tour”, além de ser colunista do “The Sunday Times”, fez (e divulgou...) a sua lista dos piores carros de 2021.

Com uma personalidade forte e crítica, é sempre interessante vermos que carros o ‘irritaram’, especialmente a justificação para a escolha, feita sempre com um humor tipicamente... "à Clarkson".

Fique com a escolha de Jeremy Clarkson e as justificações:

Genesis GV80

Clarkson não gostou nada do Genesis GV80. O motivo? A suspensão semi-ativa e o assistente de manutenção de faixa que, diretamente, disse que não funcionava em estradas estreitas. Além disso, desligou todos os sistemas eletrónicos de auxílio à condução e eles foram reativados assim que ele voltou a ligar o carro.

“Mesmo no modo Comfort, o carro parece pesado e oscila mesmo em boas superfícies. Não é o carro mais desconfortável que já conduzi, porque já estive um Nissan GT-R, mas está perto”, afirmou.

Jeep Renegade Trailhawk 4xe

Do Jeep Renegade Trailhawk 4xe não gostou do facto de não haver relação entre o nome do modelo e suas capacidades off-road, bastante escassas, além de partilhar elementos com o Fiat 500X.

É muito caro, não é um veículo refinado e tem dificuldades para enfrentar a neve. "A direção é macia, o motor é áspero, a transmissão não funciona bem, há muito barulho externo e o interior parece um aparelho de som Sanyo dos anos 70."

Cupra Formentor

Apesar de ter gostado do design e da performance, o apresentador do 'The Grand Tour' não ficou satisfeito com o interior do Cupra Formentor, sobretudo pelo aspecto do plástico do ecrã multimédia, que transmitia uma sensação de 'barato'.

E apesar do bom desempenho dinâmico, disse que era chato de conduzir. Além disso, acrescentou que "não parece o tipo de carro que se adapta a qualquer superfície, apesar de ter tração nas quatro rodas".

Mercedes Classe S

Para Jeremy Clarkson, outro dos piores carros de 2021 é a nova geração do topo de gama da marca estrela devido aos seus equipamentos tecnológicos abundantes e até excessivos, que descreveu como “complexos”. Muitos ecrãs, menus, submenus e recursos de controlo de voz por vezes não funcionavam correctamente.

“Depois de muito pouco tempo, comecei a odiar o carro e ainda não tinha aprofundado o sistema de controlo que é projetado no ecrã do tamanho de uma TV no meio do painel de instrumentos”.

Land Rover Defender

Inicialmente até gostou do novo Land Rover Defender, mas acha-o muito caro e questiona as suas capacidades como veículo familiar. A porta traseira com abertura lateral é impraticável em espaços apertados e os plásticos na parte traseira parecem frágeis.

"Acho que se tivesse um, gostava de me livrar dele rapidamente e voltar para o meu antigo Range Rover."

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas
Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída