Carregar um carro elétrico vai ficar mais caro em 2022

Conhecidas as novas tarifas da Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica (EGME) – a Mobi.e

0 aos 100 25/12/2021 Noticias

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) revelou as tarifas da Entidade Gestora da Mobilidade Elétrica (EGME) – a Mobi.e – para 2022, confirmando desta forma um aumento de 79% da taxa aplicada aos Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

O aumento significa que a tarifa da Mobi.e aplicável aos CEME passe de 0,1657 €/carregamento para 0,2964 €/carregamento.

No conjunto das duas tarifas, a taxa de acesso à rede de carregamentos sobe para 60 cêntimos, a que se deve somar o IVA. 

Veja ainda:

Também a taxa da Mobi.e aplicável aos Operadores de Pontos de Carregamento (OPC) sofre um agravamento de 79%, que se traduz no aumento de 0,1657 €/carregamento para 0,2964 €/carregamento em 2022.

Segundo fonte da entidade que gere a Rede de Mobilidade elétrica, será divulgado um comunicado que “visa esclarecer os utilizadores, a comunicação social e o mercado em geral sobre a posição da MOBI.E em todo o processo”.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Pub
Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador