Esta é a autonomia real dos carros elétricos com maiores baterias

Testados 12 carros elétricos em condições de trânsito real.

0 aos 100 22/12/2021 Noticias

As homologações de autonomia das diferentes entidades oficiais, como o WLTP europeu, o EPA norte-americano ou o CLTC chinês, podem servir de orientação aproximada ao considerar as diferentes ofertas de automóvel elétrico no mercado. Mas quando chega o momento da decisão, não há nada como ter dados reais sobre a autonomia de cada modelo elétrico.

Para ajudar na decisão, o InsideEVs realizou um comparatico onde reuniu os 12 modelo elétricos equipados com baterias de maior capacidade, atualmente disponíveis no mercado.

Veja ainda:

Com o objetivo em mente de avaliar em condições reais de trânsito e circunstancias iguais para todos os participantes, os responsáveis do comparativo mediram o consumo de energia e a autonomia dos diferentes veículos na autoestrada que circunda a capital da Itália; o famoso Grande Raccordo Anulare A90 de Roma.

Carro elétrico para viajar

A seleção dos participantes baseou-se na capacidade de armazenar energia suficiente para transformar um carro elétrico como uma alternativa para viagens de longa distância.

Todos os veículos contam com uma bateria com capacidade acima de 70 kWh. O teste foi feito com velocidades máximas permitidas em autoestrada, alternando com desacelerações mais ou menos progressivas e subsequentes acelerações, típicas da A90 romana.

Com este tipo de ensaio é possível alcançar uma medição para verificar, no terreno, a eficiência dos sistemas de regeneração e do motor na fase de recuperação.

12 carros elétricos de grande autonomia

Os carros escolhidos foram os seguintes:

  • Audi Q4 Sportback 40 e-tron
  • BMW iX xDrive50
  • Ford Mustang Mach-E Extended Range AWD
  • Hyundai Ioniq 5 RWD Evolution
  • Jaguar I-Pace EV400 AWD
  • Kia EV6 AWD
  • Mercedes EQS 580 4Matic
  • Porsche Taycan Cross Turismo Turbo S
  • Skoda Enyaq iV 80 iV
  • Tesla Model Y Long Range
  • Volkswagen ID.4 Pro Performance
  • Volvo XC40 P8 Recharge

Condições dos testes

Os testes foram realizados em Itália a partir das 11h30. Cada volta no anel rodoviário da capital italiana equivale a 68,2 km. Os carros circularam em modo “normal” e sem recurso ao modo ECO.

O ar condicionado estava a 22° C e a velocidade de cruzeiro objetiva era de 130 km/h (110 km/h nos túneis). Uma vez atingidos 5% da carga residual, cada condutor estava autorizado a sair do Grande Raccordo Anulare e seguir ao posto de carregamento mais próximo, onde verificaria os dados fornecidos pelo computador de bordo do veículo.

O teste foi realizado durante um dia com chuva e temperatura externa que variou entre 11 ° C e 14 ° C.

Resultados do teste de autonomia:

Resultados dos consumos:

 

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Hyundai Kauai N-Line. Quando a irreverência enche (ainda mais) as medidas