Inspeção periódica às motos custará 12,74 euros

Inspeções às motos vão avançar ainda no primeiro semestre de 2018

0 aos 100 28/02/2018 Noticias

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) garantiu que está preparado para avançar com as inspeções periódicas aos motociclos e, caso esta medida se concretize, terá um custo de 12,74 euros, metade do valor dos veículos ligeiros.

“Estamos em condições, havendo a outra dimensão política, de avançar com os procedimentos. Estamos preparados”, disse o presidente do IMT, Eduardo Feio, aos deputados da comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, quando questionado pelo PS e Bloco de Esquerda sobre as inspeções aos veículos de duas rodas.

Em janeiro, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, anunciou que as inspeções periódicas a motociclos vão avançar no primeiro semestre de 2018, justificando esta medida com o aumento do número de acidentes mortais com motociclos em 2017.

Relacionadas:

Esta medida está a ser contestada pelos motociclistas, que, a 18 fevereiro, realizaram uma manifestação nacional para protestar contra o que consideram ser “a farsa das inspeções às motos”.

Eduardo Feio referiu que o IMT não comenta decisões políticas, existindo “um conjunto de trabalho técnico que está a ser desenvolvido, em articulação com o Governo”, faltando ser tomada a decisão política.

Sobre os preços, o presidente daquele organismo explicou que os valores já estão fixados há alguns anos.

“Será metade do preço [cobrado pelas inspeções] dos ligeiros, 12,74 euros. A haver [inspeções a motociclos] será este o valor. Que é um valor que está em linha com o que se pratica por essa Europa”, disse, sublinhando que também é esse o montante que se pratica nos Açores, onde “desde sempre” existe inspeção às motas.

Deixe o seu comentário