Miguel Oliveira: 'A mota é bastante nervosa e não permite ir mais rápido'

Piloto português vai arrancar do 18º posto para o GP das Américas

0 aos 100 02/10/2021 Desporto

Miguel Oliveira acredita que pode terminar entre os dez primeiros no Grande Prémio das Américas de MotoGP.

O piloto português reconheceu que teve “uma qualificação muito difícil, depois dos bons ritmos” que mostrou na segunda e terceira sessões de treinos livres. Acabou por terminar a qualificação na 18.ª posição, depois de ter sido 11.º na terceira sessão de treinos livres e nono na quarta.

“Ainda temos muito trabalho pela frente. A nossa mota é bastante nervosa e não nos permite ir mais rápido. Para já, é da 18.ª posição que teremos de sair. O nosso ritmo é bastante melhor", referiu Oliveira, apontanto como objetivo "recuperar algumas posições e terminar dentro do ‘top 10’, que acredito que é o nosso lugar”, concluiu o piloto português, em declarações divulgadas pela sua assessoria de imprensa.

Veja ainda:

O piloto luso chega a esta 15.ª ronda do campeonato na 10.ª posição do campeonato, com 87 pontos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída