Motas passam a ir à inspeção a 1 de janeiro

Obrigatoriedade abrangerá veículos com 125 cc ou mais

0 aos 100 20/09/2021 Noticias

As motas com 125 centímetros cúbicos ou mais vão ser obrigadas a inspeções periódicas a partir de 1 de janeiro de 2022. A garantia foi dada por Jorge Delgado, secretário de Estado das Infraestruturas, ao Jornal de Negócios.

O decreto-lei deverá ser aprovado em breve em Conselho de Ministros, sendo depois necessário publicar a portaria que o regulamenta.

A data de 1 de janeiro é justificada pelo secretário de Estado pelo facto de ser essa a data limite para Portugal transpor a diretiva europeia nesse sentido.

A medida será recebida com alívio por muitos centros de inspeção, que ao longo dos últimos nove anos se queixaram repetidamente de terem tido que fazer adaptações caras às suas infraestruturas para poderem inspecionar motas, apesar de a medida nunca ter entrado de facto em vigor.

Ainda assim, as empresas de inspeção queixam-se de terem ficado de fora as motas de 50cc, que continuam a ser isentas de inspeção e, segundo o Negócios, manifestam algum ceticismo em relação à data agora em cima da mesa, dizendo que ainda há muito trabalho a fazer, como a classificação das deficiências e os cursos de qualificação para os inspetores, que devem ser aprovados pelo IMT.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída