Miguel Oliveira: 'Foi uma qualificação um pouco estranha'

Português arranca de 18º lugar para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP

0 aos 100 11/09/2021 Desporto

Miguel Oliveira considerou "estranha" a qualificação deste sábado, na qual garantiu o 18.º lugar da grelha para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP.

O piloto português da KTM foi oitavo na primeira fase da qualificação (Q1), não conseguido seguir para a segunda (Q2), ao registar 1.47,750 minutos como melhor tempo, ficando a menos de meio segundo de seguir em frente.

O francês Johan Zarco (Ducati) e o sul-africano Brad Binder (KTM) foram os dois pilotos apurados para a derradeira fase da qualificação, dominada pela Ducati.

O italiano Francesco Bagnaia pulverizou o recorde do circuito, com o tempo de 1.46,322 minutos, à média de 171,9 quilómetros por hora, conquistando a 50.ª ‘pole position’ para a Ducati.

“Foi uma qualificação um pouco estranha depois das boas sensações nos quartos treinos livres. Encontrámos algumas dificuldades com os pneus novos e uma vibração estranha, que ainda não percebemos se vem dos pneus ou da mota”, frisou.

Ainda assim, Miguel Oliveira disse acreditar “que ainda será possível” fazer muitos pontos na corrida de domingo.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador
Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída