Miguel Oliveira lamenta abandono: 'Esforço sem recompensa''

Piloto português viu-se forçado a desistir no GP da Estíria, quando seguia em décimo

0 aos 100 08/08/2021 Desporto

Miguel Oliveira lamentou o “esforço” sem “recompensa” depois de abandonar o Grande Prémio da Estíria, este domingo, devido a um problema no pneu dianteiro.

“Foi um final de corrida longe do que ambicionávamos. Ficámos aquém das nossas expectativas, sobretudo por sermos forçados a abandonar devido a um problema no pneu dianteiro”, explicou o piloto luso, em declarações difundidas pela sua assessoria à agência Lusa.

A vitória foi para o espanhol Jorge Martin (Ducati), que venceu pela primeira vez em MotoGP, depois de uma interrupção à quarta volta devido a um acidente entre o espanhol Dani Pedrosa (KTM) e o italiano Lorenzo Salvadori (Aprilia), que deixou as duas motas em chamas.

O reatamento foi feito novamente com a grelha original, com Miguel Oliveira a recuperar dois lugares face ao 12.º posto em que arrancou.

“Depois de um bom arranque, senti-me um pouco melhor na segunda corrida. Também deu para ajustarmos as nossas afinações para o segundo arranque”, frisou.

No entanto, “num fim de semana que não começou de feição, depois de tanto esforço”, Miguel Oliveira admite que queria “alguma recompensa, que não chegou”.

“Tentaremos recuperar o pulso para a corrida do próximo fim de semana em que tentaremos ir em busca dos pontos”, prometeu.

Com estes resultados, o piloto de Almada manteve o sétimo posto do campeonato, com 85 pontos.

A próxima corrida disputa-se no próximo fim de semana, no mesmo traçado Red Bull Ring, em Spielberg, na Áustria.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador