Tesla paga 1,26 milhões de euros pela redução de voltagem da bateria

Em causa 1.743 exemplares do Model S

0 aos 100 30/07/2021 Noticias

A Tesla aceitou pagar 1,26 milhões de euros para resolver as reivindicações uma atualização de software que reduziu a voltagem das baterias de 1.743 exemplares do Model S.

Assim, cada proprietário de uma das unidades afetadas com a alteração, justificada pela Tesla para "proteger a bateria e aumentar a sua longevidade", vai receber 525,38 euros de compensação.

Os advogados dos proprietários que processaram a Tesla referiram que a “limitação da era temporária, com uma redução de 10% durando cerca de 3 meses, e uma redução menor de 7% durando mais 7 meses antes da atualização ser lançada em março de 2020.”

Veja ainda:

Em causa está uma ação movida em agosto de 2019 alegando que a Tesla lançou uma atualização de software over-the-air que reduziu a “voltagem” máxima à qual as baterias de alguns veículos Tesla Model S poderiam ser carregadas.

O acordo inclui cerca de 344 mil euros em taxas e custos para os advogados dos requerentes do processo.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!