Carro mais caro do mundo reaparece... em pista!

O único exemplar do La Voiture Noire, que ostenta o título do carro mais caro do mundo, mostrado em testes de desenvolvimento

Luis Neves 26/05/2021 Curiosidades

A Bugatti divulgou imagens do "La Voiture Noire" em fase avançada de desenvolvimento e logo em cenário que dificilmente o futuro proprietário vai 'trabalhar' muito: a pista. Embora seja verdade que uma peça tão exclusiva como esta deve ser preparada para qualquer tipo de uso, ainda mais com o potencial mecânico que apresenta.

Na publicação feita nas redes sociais, a marca de Molsheim adintou alguns dados oficiais sobre esta joia... que estão no patamar estratosférico do seu preço, de 11 milhões de euros, antes de impostos.

Por exemplo, o consumo em ciclo WLTP, que disparam para 22,32 litros em ciclo combinado ou a emissões médias, politicamente incorretos 505,61 gramas de CO2 por quilómetro. Ou o número de horas usadas no desenvolvimento de engenharia deste exemplar único, nada menos que 65.000 horas.

Veja ainda:

De resto, o supercarro em homenagem ao Type 57 SC Atlantic de Jean Bugatti, cujo futuro proprietário ainda é desconhecido (chegou a falar-se em Cristiano Ronaldo, por exemplo), vai continuar com o W16 de 1500cv, que permitirá ultrapassar largamente os 400 km/h.

Este exemplar único é uma ousada homenagem ao Type 57 SC Atlantic (considerado por muitos especialistas como a “Mona Lisa” da indústria automóvel e que só teve quatro unidades produzidas).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!