Tesla terá de indemnizar clientes por reduzir autonomia dos modelos mais antigos

Uma atualização de software 'tirou' entre 20 e 50 quilómetros de autonomia. Compensação chega aos 13.000 euros na Noruega

0 aos 100 25/05/2021 Curiosidades

Um tribunal norueguês condenou a Tesla a compensar financeiramente em 13.000 euros cada um dos clientes que foram "vítimas" de uma redução da autonomia nos primeiros Model S e do Model X.

Segundo a Electrek, a redução significativa nos níveis de autonomia dos veículos, estimada entre 20 e 50 quilómetros, foi provocada por uma atualização no software e afetou os primeiros modelos do Model S e do Model X.

Veja ainda:

A atualização, realizada em 2019, foi justificada pela Tesla para "proteger a bateria e aumentar a sua longevidade" e que esta resultou numa perda de autonomia "apenas para uma pequena percentagem de proprietários".

A medida afetou os modelos com baterias de 85 kWh de capacidade (comercializados entre 2013 e 2015), e que os clientes não foram avisados da alteração, tendo muitos deles pensado tratar-se de uma avaria no veículo. 

Segundoo norueguês Nettavisen, o número de afetados poderá ultrapassar os 10.000 proprietários da Tesla apenas na Noruega.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!