Miguel Oliveira e a queda: 'Foi uma corrida com um desfecho infeliz'

Ploto português teve de abandonar a prova após uma queda quando era o piloto mais rápido no traçado francês

0 aos 100 16/05/2021 Desporto

Miguel Oliveira lamentou a queda que sofreu no Grande Prémio de França, quando era o piloto mais rápido em pista, sublinhando que o andamento registado revela um "enorme potencial para fazer um resultado".

“Foi uma corrida com um desfecho infeliz. Sem dúvida alguma que o que fica deste fim de semana é a minha rapidez e competitividade em qualquer condição e o nosso enorme potencial para fazer um resultado”, referiu o piloto oficial da KTM em comunicado divulgado no seu site oficial.

Veja ainda:

O piloto português teve de abandonar na sequência de uma queda sofrida na curva 3, quando era o piloto mais rápido, depois de um forte aguaceiro que se abateu sobre o traçado gaulês, obrigando à troca de moto.

“Neste momento, o potencial não nos enche as esperanças mas o nosso foco já está posto em Mugello [onde a 30 de maio se disputa o GP de Itália] para um bom resultado”, concluiu.

Com este resultado, Oliveira caiu para a 19.ª posição do campeonato, com nove pontos, a 71 do novo líder, o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que foi terceiro numa corrida ganha pelo australiano Jack Miller (Ducati).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV
Hyundai Tucson 1.6 TGDi 48V. SUV com personalidade!