Miguel Oliveira: 'Com o sobreaquecimento dos pneus tornou-se bastante difícil rodar sem cair'

Piloto português terminou no 11º lugar depois de ter arrancado de 16º

0 aos 100 02/05/2021 Desporto

Miguel Oliveira exlicou que sentiu-se "limitado" com o "sobreaquecimento" dos pneus no Grande Prémio de Espanha de MotoGP disputado este domingo, em Jerez de la Frontera, onde não foi além da 11.ª posição.

"Foi uma corrida dura, muito difícil, sobretudo pela temperatura mais elevada face a ontem (sábado). Desde o início que me senti um pouco limitado, com o sobreaquecimento dos pneus", explicou o piloto português, em declarações à agência Lusa.

O piloto da KTM explicou que, devido a esse problema, "tornou-se bastante difícil rodar sem cair".

Oliveira, que arrancou do 16º lugar da grelha, começou paulatinamente a entrar no ritmo com o passar das voltas. "Fui ficando com a mota mais leve e isso ajudou-me a acabar na 11.ª posição, ainda assim, longe do meu objetivo e do que sei que sou capaz de alcançar e dos objetivos da equipa", frisou.

A vitória foi para Jack Miller (Ducati), a segunda para o australiano no MotoGP. Terminou na frente dos italianos Francesco Bagnaia (KTM) e Franco Morbidelli (Petronas Yamaha), segundo e terceiro respetivamente.

No Mundial, Oliveira passa a somar 9 pontos, subindo assim ao 17.º lugar da classificação. No topo da classificação encontra-se agora Francesco Bagnaia, com 66 pontos, mais dois que o francês Fabio Quartararo.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!