Já vimos o novo Nissan Qashqai. Saiba tudo

Novo Qashqai encontra-se em exposição itinerante nas concessões Nissan. Primeiras unidades chegam em junho

0 aos 100 25/04/2021 Noticias

É só em junho que o novo Nissan Qashqai chega a Portugal, mas um exemplar de pré-produção já “desfila pelos concessionários nacionais, com o objetivo de satisfazer a curiosidade e permitir aos potenciais interessados um primeiro contacto. E nós já tivemos a oportunidade do primeiro contacto “ao vivo” com a nova geração do SUV.

A exposição itinerante do novo Qashqai pelas concessões arrancou a 6 de abril. Face às restrições atualmente em vigor, as visitas aos concessionários Nissan estão sujeitas a marcação prévia. O programa e a marcação estarão disponíveis em www.nissan.pt.

Mais musculado e robusto

Lado a lado com um exemplar da atual geração é possível confirmar a evolução estética do Qashqai, nomeadamente as linhas mais esguias, pela alteração das proporções e o tejadilho “flutuante”. O resultado é uma aparência mais desportiva e robusta.

O que mais salta à vista são os vincos da carroçaria (seguindo o estilo estreado com o novo Juke), o que lhe dá um ar mais musculado, mas também detalhes como as óticas afiladas, sendo que as luzes de presença diurnas desenham a também típica assinatura tipo "boomerang" da Nissan. As jantes podem ser de 20 polegadas, como acontece no exemplar em exposição.

O comprimento aumentou em 3,5 centímetros, é mais largo 3,2 centímetros e 2,5 centímetros mais alto, enquanto a distância entre eixos cresceu dois centímetros. Daqui resulta um aumento do espaço no interior, com a bagageira a chegar aos 500 litros.

No interior, o novo Qashqai apresenta um ambiente mais premium, como resultado da utilização revestimentos de grande qualidade e do reforço de equipamento de conforto, apoio à condução, segurança e infoentretenimento.

Acrescentando um toque de luxo, é proposta nas versões topo de gama uma função de bancos dianteiros com massagem com três modos programáveis para cada um deles, com definições ajustadas através do sistema NissanConnect.

Veja ainda:

Estreia ainda um sistema de Wi-Fi a bordo que possibilita ligar até sete dispositivos em simultâneo. Destaque ainda para os comandos por voz Google Assistant e Amazon Alexa e para a aplicação para smartphone NissanConnect que permite controlar remotamente funções como a buzina, luzes e o fecho centralizado.

A nova plataforma CMF-C garante também que o novo Qashqai, apesar de electrificado, é ainda 63 kg mais leve, pois além da estrutura, as portas, os guarda-lamas anteriores e o capot são em alumínio e a tampa da mala em materiais compósitos.

Outros dos trunfos do novo Qashqai é o reforço do equipamento, tanto de entretenimento como de assistência ao condutor. O painel de instrumentos passa a ser digital (com 13 polegadas), com o condutor a usufruir igualmente de um head-up display a cores projetado no pára-brisas.

Mas o mais interessante é que o Qashqai será o primeiro Nissan a beneficiar da versão mais avançada do sistema de condução semiautónoma ProPilot, com cruise control desde as versões mais simples, em termos de equipamento, e a disponibilizar manutenção na faixa de rodagem com lane centering e identificação de sinais de trânsito.

Dois motores a gasolina e a estreia do e-Power

No campo das motorizações, os motores a gasóleo desaparecem do catálogo, mantendo-se apenas os motores a gasolina de 1,3 litros, agora reforçados por um sistema mild hybrid a 12V (fornece 6 Nm durante 20 segundos), que ajuda à aceleração e o coasting (só com caixa X-Tronic), que desliga o motor a rodar em plano ou a descer com pouca pressão no acelerador.

Este motor 1.3 DiG-T Mild Hybrid, disponível com duas ou quatro rodas motrizes, surge em duas versões, com 136 cv e 240 Nm, ou 158 cv e 260 Nm, associadas a caixa manual ou X-Tronic, uma automática CVT (de variação contínua).

Mas a maior novidade é a tecnologia e-Power, que desempenha o papel da motorização topo de gama do Qashqai, uma vez que não estão previstos motores híbridos plug-in. Chega só no final do ano e conta com um motor elétrico de 190cv e 330 Nm e um motor 1.5 de três cilindros, a gasolina, a debitar 154 cv que serve apenas como gerador de eletricidade para alimentar o motor elétrico, ou seja, sem qualquer ligação às rodas.

Sucintamente, trata-se de uma motorização elétrica, que dispensa a ligação à tomada (não é Plug-in), sendo que a eletricidade é fornecida por um motor a gasolina de 1,5 litros, dispensando igualmente uma bateria semelhante a um elétrico.

A Nissan não anunciou ainda os consumos e as emissões para esta motorização e-Power, mas avança que o modelo será homologado como um híbrido na Europa e terá um preço similar a um veículo com esta tecnologia.

E os preços?

Para já só se conhecem os preços para o Qashqai Premiere Edition, a versão especial e limitada disponível em Portugal com preços recomendados de venda a público a partir de 33.600 euros.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Nissan Juke 1.0 DIG-T N-Design: Perfil ganhador