Ioniq 5 anuncia até 480 km de autonomia e carrega 100 km em 5 minutos

SUV elétrico estará disponível em versões de duas ou quatro rodas motrizes, com potências até 306 cv

0 aos 100 23/02/2021 Noticias

É um dos modelos que mais curiosidade suscitou nos últimos tempos e foi agora desvendado. Falamos do “Ioniq 5”, o primeiro de uma vaga de elétricos a lançar pela Hyundai através da submarca “Ioniq”. Estará disponível para encomenda a partir do verão.

Com 4635 mm de comprimento, o Ioniq 5 é mais comprido que o i30 e que o Tucson, e tem 3 metros de distância entre eixos (mais 23 cm que o enorme Santa Fe), o que lhe garante um amplo espaço interior. A bagageira tem 531 litros de capacidade, extensíveis a 1591 litros com o rebatimento da segunda fila de bancos.

Por fora, o Ioniq 5 apresenta um desenho “diferente”, minimalista e até "retro-futurista", a lembrar modelos de outros tempos, com a Hyundai a apontar inspiração no seu primeiro modelo, o Pony de 1975.

São vários os detalhes que o diferenciam. É o caso dos faróis retangulares com pequenos LED em forma de pixel, mas também ocapot vincado, câmaras em vez dos convencionais espelhos retrovisores, puxadores das portas escamoteáveis, cavas das rodas pronunciadas ao estilo SUV, um padrão listado e jantes até 20 polegadas.

O estilo minimalista do exterior é replicado no interior, com os comandos a concentrarem-se num ecrã tátil de 12,3 polegadas que funde com o painel de instrumentos do mesmo tamanho. O selector da caixa de velocidades surge do lado direito da coluna de direção.

O primeiro de uma completa gama de modelos elétricos está disponível em versões com tração atrás ou às quatro rodas, e baterias de 58 e 72,6 kWh. A versão de acesso, com bateria de 58 kWh e um motor atrás, anuncia 170 cv e 350 Nm, permitindo 0-100 km/h em 8,5 segundos.

Com a bateria mais pequena há também uma versão equipada com dois motores com 235 cv e 650 Nm (que combina um motor dianteiro com 72 cv e 255 Nm e um motor traseiro com 88 cv e 350 Nm), a anunciar 0-100 km/h em 6,1 segundos.

Veja ainda:

A bateria mais potente surge numa variante RWD (de tração atrás) com 218 cv e 350 Nm e anuncia 0-100 km/h em 7,4 segundos, enquanto a versão de topo AWD, tem 306 cv e 605 Nm (combinando 91 cv e 255 Nm do motor posicionado no eixo dianteiro e 211 cv e 350 Nm do propulsor traseiro), permitindo alcançar 0-100 km/h em 5,2 segundos.

Quanto a autonomia, a Hyundai promete um alcance de até 470/480 km. Todos os Ioniq 5 têm uma velocidade máxima limitada a 185 km/h. O modelo base pesa cerca de 1800 kg, sendo que o modelo de tração às quatro rodas com a bateria maior ronda as 2 toneladas.

O “5” suporta carregamentos de 400V e 800V, podendo carregar de 10 a 80% das baterias com um carregador de 350 kW em cerca de 18 minutos ou o equivalente a 100 km de autonomia em cinco minutos.

Conta ainda com um sistema V2L, que permite que o proprietário de um deste modelos possa carregar no veículo vários dispositivos como bicicletas elétricas, scooters, equipamentos de campismo, tudo a partir de uma tomada posicionada junto do banco traseiro. Esta tomada tem 3,6 kW de capacidade.

Posteriormente, a gama Ioniq deverá ganhar novos modelos: 6 (berlina) e o 7 (um SUV topo de gama).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Tucson 1.6 TGDi 48V. SUV com personalidade!
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!