Inspeção automóvel fica (ligeiramente) mais barata em 2021

Se o seu veículo tiver de ir à inspeção obrigatória, saiba quanto vai pagar

0 aos 100 30/12/2020 Noticias

Os preços das inspeções periódicas obrigatórias (IPO) vão baixar ligeiramente em 2021, de acordo com a deliberação do Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT), publicada esta quarta-feira em Diário da República (DR).

Segundo o documento, a descida foi feita «considerando que, de acordo com a última atualização do INE de 14 de dezembro de 2020, referente a novembro de 2020, do “Índice de Preços no Consumidor”, a taxa de variação medida anual (sem habitação) foi fixada em – 0,04 %».

Assim, a redução é de apenas alguns cêntimos, consoante as várias categorias de automóveis, sendo que nos ligeiros, as tarifas das inspeções obrigatórias descem cerca de um cêntimo, de 25,61 euros em 2020, para 25,60 euros no próximo ano, (valores sem IVA).

Veja ainda: 

Já no caso dos veículos pesados a redução nas inspeções é ligeiramente maior, cerca de dois cêntimos, passando então do montante de 38,33 euros este ano para 38,31 euros em 2021, revela a o IMT na deliberação publicada.

O IMT divulga ainda os valores das tarifas obrigatórias para as inspeções dos motociclos que descem cerca de um cêntimo, com o valor do imposto a pagar, a fixar-se nos 12,89 euros.

Nos reboques e semirreboques  a taxa reduz para 25,60 euros; na reinspeção de inspeções, a tarifa fica em 6,42 euros; na atribuição ou reposição de matrícula, o valor é de 63,90 euros; na inspeção extraordinária, a tarifa é de 89,37 euros e, por último, na emissão de segunda via da ficha/certificado de inspeção, cobram-se 2,41 euros de taxa.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Yaris 1.5 híbrido. Espécie evoluída
Pub