Estudo indica subida até 9000 € dos preços dos híbridos com 'novo' ISV

Novas regras aplicam-se a híbridos com autonomia em modo elétrico inferior a 50 km/h e/ou as emissões médias acima dos 50 g/km de CO2

0 aos 100 01/12/2020 Noticias

O preço dos automóveis híbridos pode encarecer até 9.000 euros, segundo estimativa da consultora PricewaterhouseCoopers (PwC) publicada pelo Jornal de Negócios, com a entrada em vigor do novo regulamento de benefícios fiscais em sede de Imposto Sobre Veículos (ISV) a este tipo de viaturas, e que está inscrito no Orçamento do Estado de 2021.

Segundo as novas regras, o desconto de 60% nas tabelas do Imposto Sobre Veículos (ISV), só é aplicável aos híbridos se a sua autonomia em modo elétrico for superior a 50 quilómetros e/ou as emissões médias não excederem 50 g/km de CO2.

Veja ainda:

De acordo com a simulação da PwC, algumas subidas dos preços são efetivamente acentuadas, uma vez que traduzem a quadruplicação do valor do ISV, e por consequência do IVA sobre o preço subtotal.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva