Ford compra créditos de emissões à Volvo para evitar multas

Em troca, a Ford vai financiar os novos projetos de tecnologias verdes da Volvo e Polestar.

0 aos 100 31/10/2020 Noticias

A Volvo vai ajudar a Ford a cumprir as metas de emissões poluentes na União Europeia, aproveitando o facto de ter créditos de emissões de CO2. Esta é a forma da Ford evitar as pesadas multas da União Europeia por excesso de emissões poluentes.

“A Volvo Cars, a Polestar, e a Volvo Car Corporation, estabeleceram um acordo com a Ford, disponibilizando as suas emissões de CO2 excedentes”, refere a Volvo em comunicado.

Esta é uma medida, conhecida de “pooling”, que já foi adotada pela Volkswagen (através dos chineses da SAIC, que inclui a MG) e da Fiat (através da Tesla). Em troca, a Ford vai financiar os novos projetos de tecnologias verdes da Volvo e Polestar.

Esta venda de “emissões” só é possível porque a Volvo e Polestar apresentarem valores conjuntos de emissões poluentes de CO2 abaixo dos estabelecidos pela União Europeia para o ano de 2020.

“Para o Volvo Car Group, o futuro é elétrico e estamos a transformar a nossa companhia por intermédio de ações concretas. Estou satisfeito pelo facto de superarmos os nossos objetivos de redução de CO2. Prova que a nossa estratégia é a correta para o nosso negócio e para o planeta”, refere Hakan Samuelsson, CEO da Volvo e Polestar.

Veja ainda:

Atualmente, a Volvo tem em curso um plano de eletrificação que passa por oferecer uma gama completa de modelos 100% elétricos nos próximos anos, a começar já pelo XC40 Recharge, cujas entregas irão começar no final deste ano.

É, de resto, a única marca a oferecer uma variante híbrida plug-in em todos os modelos da sua gama.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente