Opel Crossland X já anda a gás

Primeiro automóvel a GPL com depósito multiválvulas controlado eletronicamente

Miguel Costa 12/10/2017 Noticias

 

A Opel reforça a gama do Crossland X, o seu SUV mais compacto, com uma variante FlexFuel alimentada a gás de petróleo liquefeito (GPL).

Esta versão bifuel, disponível apenas para o motor a gasolina de três cilindros 1.2 de 81 cv, conta, de fábrica, com um depósito multiválvulas controlado eletronicamente (com 36 litros de capacidade).

“Esta é uma vantagem apreciável face aos sistemas GPL convencionais, uma vez que permite ao condutor otimizar a utilização do gás antes de novo reabastecimento. Além das luzes LED que indicam qual o combustível em utilização, o computador de bordo fornece valores de autonomia mais rigorosos, tanto para gás como para gasolina”, explica a Opel.

A autonomia total pode chegar, segunda a marca, a 1300 km, de acordo com a norma NEDC. Anuncia consumos médios de 6,9 l/100 km (8,4 l/100 km a GPL).

A Opel propõe o novo Crossland X FlexFuel em dois níveis de equipamento: Edition, por 19.380 euros, e Innovation, por 20.730 euros. Comparando com as mesmas versões convencionais 1.2 de 81 cv, a gasolina, o incremento de preço das variantes FlexFuel é de apenas 1400 euros.

 

  

Deixe o seu comentário