Fórmula E: Félix da Costa ganha em Berlim e reforça candidatura ao título

Português dominou de forma clara a primeira prova no pós-confinamento

0 aos 100 05/08/2020 Desporto

António Félix da Costa venceu esta quarta-feira a primeira das seis corridas finais do campeonato de Fórmula E, para carros elétricos, que se disputam em Berlim ao longo dos próximos oito dias.

O piloto de Cascais garantiu a ‘pole position' durante a qualificação e dominou de fio a pavio, somando a pontuação máxima graças à vitória, ‘superpole’ e volta mais rápida em corrida.

São 30 pontos que permitem ao português destacar-se ainda mais na liderança do campeonato, que já detinha antes da paragem motivada pela pandemia de covid-19, que surgiu com cinco provas já disputadas.

Ao fim da primeira volta ao circuito desenhado no aeroporto de Tempelhof, nos arredores de Berlim, Félix da Costa detinha já um segundo de vantagem sobre o segundo classificado e seu companheiro de equipa, o suíço Jean-Eric Vergne, campeão em título.

No entanto, um acidente a 15 minutos do final, sofrido pelo brasileiro Felipe Massa (Rokit Venturi) obrigou a um período de bandeiras amarelas.

No reatamento, Félix da Costa destacou-se novamente, enquanto o neozelandês Mitch Evans (Jaguar), segundo classificado da geral, sofreu um toque de um adversário e caiu para o 15.º posto.

O português apanharia ainda um susto ao terminar já com as baterias do seu DS a zero, mas com 5,5 segundos de vantagem para o alemão Andre Lotterer (Porsche), que foi segundo. O britânico Sam Bird (Virgin) foi terceiro, a 6,5 segundos do português.

"Uma está feita, faltam cinco. Estou muito, muito contente. Obrigado pelo apoio do público com o ‘fanboost'. Faltam cinco corridas nos próximos oito dias. Tenho um objetivo na cabeça e vou tentar dar o meu melhor", concluiu o português, que dedicou a vitória ao compatriota Hélder Moreira, um operário falecido num trágico acidente durante a montagem do circuito para estas últimas seis corridas.

Veja ainda:

Com estes resultados, Félix da Costa tem, agora, 97 pontos, contra 56 de Mitch Evans e 48 do britânico Alexander Sims (BMW).

"Toda a gente acha que tenho de ganhar o título, mas lido bem com a pressão e sim, quero vencer", frisou António Félix da Costa.

A próxima corrida, a sétima deste campeonato, disputa-se esta quinta-feira, às 18:00 horas, no mesmo traçado.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva