Despedimentos na Renault não abrangem fábrica de Cacia

Renault anunciou a supressão de 15 mil postos de trabalho em todo o mundo, 4.600 dos quais em França

0 aos 100 29/05/2020 Noticias

A fábrica da Renault em Cacia, no distrito de Aveiro, não deverá ser atingida pela vaga de despedimentos anunciada esta sexta-feira pelo fabricante automóvel francês, disse fonte da empresa em Portugal à Lusa.

A Renault anunciou esta sexta-feira a supressão de 15 mil postos de trabalho em todo o mundo, 4.600 dos quais em França, uma medida que faz parte de um plano para reduzir custos em dois mil milhões de euros.

Em declarações à Lusa, o diretor de comunicação da Renault Portugal, Ricardo Oliveira, disse que a fábrica de Cacia “está a arrancar com a produção da nova caixa de velocidades, que fabrica em exclusivo para o Grupo Renault, e que vai equipar os modelos e os grupos motopropulsores de maior volume no seio do grupo”.

Neste contexto, não está em perspetiva uma redução da capacidade industrial em Cacia”, afirmou o responsável. Com mais de 1.100 colaboradores, a fábrica da Renault em Cacia é a segunda maior unidade do setor automóvel do País, logo a seguir à Autoeuropa.

Veja ainda:

Neste momento, está em curso um investimento superior a 100 milhões de euros para dotar aquela unidade das condições necessárias à produção de uma nova geração de caixas de velocidades para os modelos mais representativos do Grupo Renault, mas também da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi.

Um comunicado da Renault esclarece que a redução de efetivos afeta 8% do total dos trabalhadores e deverá ser implementada nos próximos três anos, em colaboração com os sindicatos e autoridades de cada país.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo