Mercado automóvel com queda histórica de 84,6% em abril

Vendas de automóveis em Portugal registaram 'queda histórica' em abril

0 aos 100 04/05/2020 Noticias

Em abril foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 3.803 veículos automóveis, ou seja, menos 84,6% do que em igual mês do ano anterior, revelam os dados da ACAP.

Já no período de janeiro a abril de 2020, foram colocados em circulação 56.744 veículos novos, o que representou uma diminuição homóloga de 39,8%.

"Nem em fevereiro de 2012, em plena crise financeira internacional, com uma descida histórica de 52,3%, o mercado caiu tanto num único mês, como no passado mês de março (-56,6%) e em abril de 2020 (-84,6%)", alerta a ACAP.

Em abril foram matriculados em Portugal 2.749 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, menos 87% do que no mês homólogo do ano anterior.

No primeiro quadrimestre do ano as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 48.031 unidades, o que se traduziu numa variação negativa de 40,4% relativamente a período homólogo de 2019. 

Em abril, a Peugeot foi quem mais carros vendeu, com 332 carros, mais 21 carros que a Mercedes-Benz, a segunda marca mais vendida no mês passado, à frente da BMW, com 264 carros vendidos. Segue-se a Renault (237) e a Nissan (162). 

Confira AQUI as vendas de todas as marcas em abril, em Portugal.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV
Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!