Seat já produz ventiladores na linha de montagem do Leon

Dispositivo foi autorizado pela Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde para a investigação clínica

0 aos 100 06/04/2020 Noticias

A Seat arrancou com a produção de ventiladores de emergência na sua fábrica de Martorell para ajudar na luta contra a crise provocada pela COVID-19.

O dispositivo foi autorizado pela Agência Espanhola de Medicina para investigação clínica e o volume diário de produção será constantemente ajustado com as autoridades, de acordo com a procura, a fim de evitar stocks desnecessários. A empresa irá trabalhar para atingir um volume de produção de 300 ventiladores de emergência por dia na linha de montagem do Seat Leon.

O dispositivo, denominado OxyGEN, foi concebido pela empresa Protofy.xyz e sob a coordenação médica dos médicos Dr. Manel Puig Domingo (Instituto de Investigação Alemão Trias i Pujol), Dr. Oriol Estrada (Hospital Germans Trias i Pujol), e Dr. Josep María Nicolás (Clínica Hospital), numa colaboração conjunta contra-relógio durante as últimas duas semanas para tornar este projeto uma realidade. No processo de industrialização, liderado pela SEAT, colaboraram diferentes parceiros.

O Presidente e Vice-Presidente da SEAT das Finanças e TI, Carsten Isensee, afirmou que "responder à escassez de material médico é uma prioridade e também uma responsabilidade para uma empresa com grande capacidade industrial como a SEAT. Qualquer apoio é agora necessário para combater a COVID-19 em conjunto".

Veja ainda:

Este ventilador de emergência está a ser produzido na linha de montagem da SEAT Leon nas instalações da SEAT e tem um motor do limpa para-brisas adaptado. Cada aparelho tem mais de 80 componentes eletrónicos e mecânicos e passa por um rigoroso controlo de qualidade com esterilização por luz ultravioleta.

O Vice-Presidente de Produção e Logística da SEAT, Dr. Christian Vollmer, que lidera o projeto, salientou que "o trabalho de equipa e a colaboração são agora mais importantes do que nunca, para que juntos possamos tentar satisfazer a procura dos centros de saúde. Temos um avançado sistema de produção em massa e numa situação como a atual é nossa responsabilidade disponibilizá-lo à sociedade espanhola".

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo